Eleições 2010

Frentona garantiu reeleição do governador, afirma Baltazar

Silval Barbosa (PMDB)  Mesmo não tendo eleito nenhum de seus candidatos, os membros da chamada frentona (PTN, PRB, PTC, PSC, PHS, PRP e PCdoB) se dizem satisfeitos com o resultado das eleições gerais deste ano e argumentam que a vitória do governador Silval Barbosa (PMDB), que conseguiu a reeleição já é o suficiente para fortalecer os partidos no Estado.“Não elegemos nenhum de nossos candidatos, mas elegemos o governador”, reforça o coordenador do grupo, Baltazar Ulrich.

   Apesar da derrota dos políticos da frentona nas urnas, Baltazar pontua que os votos deles foram fundamentais para que Silval conseguisse "liquidar a fatura" no primeiro turno. Para chegar a esta conclusão, ele argumenta que se o peemedebista não tivesse recebido os cerca de 97,4 mil votos dos eleitores que apoiaram seu grupo, teria apenas 46,5% dos votos válidos, que não seriam suficientes para ele derrotar o empresário Mauro Mendes (PSB), o ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) e o bancário Marcos Magno.

   Confiante de que o eleitorado da Frentona garantiu a reeleição do peemedebista, assim como em 2002 quando foi fundamental para a eleição de Blairo Maggi (PR) ao Governo, Baltazar reclama do espaço concedido pelo republicano, eleito senador neste ano. “Esperamos que Silval não faça como Maggi, que simplesmente virou as costas para o nosso grupo”, alerta Baltazar, numa referência aos "ajustes" que peemedebista vai ter de promover para "acomodar" todos os aliados em sua administração.

   Entre os candidatos dos partidos que integram o grupo, a mais votada foi a concorrente a uma das cadeiras na Câmara Federal, Ana Flávia (PCdoB), que teve 23,7 mil votos. Contudo, na disputa para o cargo de deputado federal, os comunistas concorreram sozinhos, sem se coligar a nenhum partido da Frentona, enquanto as demais legendas "colaram" no PP, ajudando a reeleger o deputado federal Eliene Lima (PP).

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.