RUMO ÀS URNAS

Igreja promove debate; Silval já avisa que não vai comparecer

   O governador Silval Barbosa (PMDB) não vai participar do debate promovido pela Igreja Batista da Paz, localizada na avenida Agrícola Paes de Barros, no bairro Verdão, nesta segunda (13). O confronto entre os candidatos ao Paiaguás está agendado para às 19h30. Conforme assessoria de Silval, ele não vai participar do evento por já ter compromissos políticos agendados para este mesmo horário.

  O peemedebista é o único entre os quatro candidatos ao Paiaguás que não vai participar do debate, que vai reunir membros de 12 igrejas evangélicas do Estado:  Assembléia de Deus (NIPO Brasileira), Assembléia de Deus Belém, do Avivamento da Palavra Cuiabá, Adventista da Promessa, Batista da Paz, Batista Nacional do Araés, de Deus no Brasil, Presbiteriana Independente, Presbiteriana do Areão, Presbiteriana de Cuiabá, Presbiteriana de Várzea Grande e Sara Nossa Terra Cuiabá. Mauro Mendes (PSB), Marcos Magno (PSol) e Wilson Santos (PSDB), já confirmaram presença. "Eu gosto de conversar com os candidatos em debates. "É neste momento que temos a chance de mostrar para o eleitor quem tem as melhores propostas e está mais preparado", ponderou Wilson Santos.

   Durante o confronto, a tendência é que temas polêmicos como o aborto e casamento homosexual sejam debatidos pelos pretensos governadores. Além disso, vão ser questionados sobre a sua religiosidade. Silval é batista, Wilson frequenta a Igreja Adventista e Mauro Mendes é católico.

  Desde que a eleição começou os quatro candidatos só se confrontaram por duas vezes: na Rádio Difusora de Cáceres e na TV Cidade Verde, afiliada da Rede Bandeirantes. Além do “encontro” desta segunda, eles vão debater as ideias na TV Record, Canal 10, no dia 20, às 22h, na TV Rondon no dia 25, às 21h, mediado por Hermano Henning, na TVCA, afiliada da Rede Globo, em 28 de setembro, às 21h e na sede da OAB no próximo dia 27.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.