Jayme diz que PR tem que deixar ar condicionado e quer pesquisa interna

"Acordo é acordo, do mesmo jeito que se eu me sair melhor ele teria que me apoiar"

O senador Jayme Campos (DEM) afirmou durante entrevista ao Grupo RDNews nesta quarta (22) que pode abrir mão da sua candidatura ao Senado caso o deputado federal Wellington Fagundes (PR) tenha preferência em uma pesquisa interna. A proposta feita ao grupo dos 5 – PDT, PSB, DEM, PSDB e DEM – pode ser realizada caso o PR decida se juntar a coligação. Também estão próximos de aderir ao grupo o PV e PTB.

Conforme Jayme, como ambos são pré-candidatos ao Senado, quem obtiver o melhor resultado na preliminar é que deve concorrer na chapa majoritária junto com o senador e pré-candidato ao governo, Pedro Taques (PDT). “Acordo é acordo, do mesmo jeito que se eu me sair melhor ele teria que me apoiar”, observa Jayme.

Rodinei Crescêncio

Jayme Campos, senador

Senador Jayme Campos (DEM) durante entrevista à jornalista Talita Ormond no RDTV nesta 4ª

Apesar de ainda depender da decisão do PR, que é da base governista (PMDB, PR, PT, PSD, PP, Pros e PC do B), mas flerta com a oposição, a pesquisa qualitativa deve ser feita em março. O cacique democrata garante ainda que não teria nenhum problema em abrir da reeleição. Neste ano, ele encerra o mandato de 8 anos como senador e ressalta que apoiaria o deputado republicano com o maior prazer. “Faço política de forma transparente, para somar, e eu sou amigo de Wellington”, reforça.

Por outro lado, o apoio dependeria da atuação do PR já que o partido teria que largar o osso e deixar no comando de 5 secretarias da gestão do governador Silval Barbosa (PMDB). "Observa que PR ficou 8 anos no governo de Blairo Maggi e mais 4 anos na administração de Silval. “Quer pegar carona em todos os ônibus que passam e sentar com ar condicionado?” compara o senador. 

A situação atrapalharia o discurso e desconstruiria a política de oposição de Taques e poderia gerar contradições e rusgas dentro do grupo. Para ele, o senador pedetista não pode estar com “um pé lá e um pé cá”. “Onde fica a nossa palavra diante da sociedade mato-grossense”, questiona. 

Wellington, que é presidente estadual do PR, disse ao RDNews que a possível aliança com o PDT depende da conversa que o senador Blairo Maggi (PR) terá com a presidente Dilma Rousseff (PT) nos próximos dias. Só então, a sigla decidirá se vai para o grupo dos 5 ou se fica na base aliada com o grupo dos 7. 

Íntegra da entrevista do senador Jayme Campos ao RDTV

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.