Jayme vê falta traquejo de Taques

Fotos: Rodinei Crescêncio

jayme, senador, camila, romilson

Senador Jayme Campos, em visita ao RDNews, conversa com jornalistas Romilson Dourado e Camila Cecílio sobre o cenário político para as eleições

O senador Jayme Campos (DEM) avalia que falta traquejo ao senador e pré-candidato ao governo, Pedro Taques (PDT), bem como ao deputado e presidente estadual da sigla, Zeca Viana, na condução das articulações para viabilizar um amplo arco de alianças em torno do nome de Taques na corrida pelo Palácio Paiaguás. 

Jayme atribui a falta de habilidade ao fato de ambos serem novatos na política, estando no primeiro mandato eletivo. Assim, não teriam a vivência necessária para encabeçar o projeto eleitoral. O democrata acredita que Viana precisa ter mais jogo de cintura para conciliar os interesses e insatisfações de cada um dos partidos da base oposicionista. Ele pondera ainda que Taques deve repensar a construção de um arco de aliança para que deixe satisfeito pelo menos 90% do grupo. 

O “desconforto” de Jayme se deve ao fato de que o deputado disse, em entrevista à imprensa, que todo e qualquer candidato que subisse no palanque de Taques teria que ser ficha limpa. O senador garante que ficou ofendido com a declaração. “Primeiro que se eu não fosse ficha limpa não poderia ser candidato, segundo que não tenho nenhuma condenação que inviabilize minha candidatura”, rebate.
Além disso, a possível aliança entre o PR e o PDT também provocou mal estar nos democratas, já que a legenda pertence à base governista. Até então, o DEM não era contra a hipótese, mas desde que o partido apresentasse algum diferencial. Essa junção poderia, segundo o senador, ferir os princípios éticos da política, já que uma legenda partidária deve se manter a oposição ou a situação e “não manter os pés em duas canoas”. “O povo não pode ser enganado”, disse.

As situações fizeram com que uma insatisfação tomasse conta não só do DEM, mas também de outros possíveis aliados de Taques, como o PSDB, de acordo com o parlamentar. Por isso, nos próximos dias a sigla deve analisar se caminhará com o pré-candidato pedetista ou fará aliança com outros partidos.

Jayme conta que foi procurado pelo PSD do deputado José Riva, o PTB do ex-prefeito Chico Galindo e até mesmo pelo PMDB do governador Silval Barbosa. Apesar disso, o democrata crê que deve permanecer na coligação pró-Taques.

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.