Rumo a 2010

Júlio mira vaga de federal e elogia Leôncio

Júlio Campos (DEM)  O ex-conselheiro do TCE Júlio Campos (DEM) confirmou que pretende disputar o cargo de deputado federal nas eleições deste ano. Ele afirma que seu nome tem ganhado força na Baixada Cuiabana. "Meu nome é cogitado pelo partido, mas isso só será definido na convenção que acontece daqui a 90 dias", diz Júlio, que em 2008 disputou a Prefeitura de Várzea Grande e foi derrotado por Murilo Domingos (PR).

  O democrata cita o resultado da pesquisa feita pelo instituto Mark na Capital, em que figura com 5% das intenções de voto - confira aqui. "Eu vejo a credibilidade deste instituto, porque nas eleições de 2008 o resultado foi o mesmo apontado nas pesquisas Mark. Sendo assim, isso me anima a tentar a vaga de federal", assinala. Quanto à possibilidade de disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, Júlio garante que não está em seus planos. "É mais difícil que eu entre nessa briga, mas tudo vai depender do partido".

Leôncio Pinheiro  O democrata, que é ex-governador do Estado, garante que o fato do partido não ter garantido vaga na Câmara Federal no pleito de 2006 se deve à falta de foco num nome "de peso". "Nas últimas eleições gerais o DEM não focou em um nome e sim na coligação. Por isso, ficamos com as primeiras suplências e não elegemos nenhum federal". Ele afirma que a expectativa do partido é eleger ao menos dois federais em 2010. "Temos grandes nomes como, por exemplo, o presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro, irmão de Jonas Pinheiro (já falecido), que faz um trabalho brilhante e é muito querido no Estado".

  Além disso, Júlio defende o irmão, senador licenciado Jayme Campos, para o governo estadual. Na aliança entre PSDB, DEM e PTB, Jayme disputa com o prefeito de Cuiabá Wilson Santos a viabilização do nome para disputar o Palácio Paiaguás. Pesquisas recentes, porém, mostram que o tucano lidera em intenção de votos, enquanto o democrata fica atrás de nomes como do empresário Mauro Mendes e do vice-governador Silval Barbosa. Jayme e Wilson, que já protagonizaram troca de farpas na década de 90, decidiram entrar num acordo sobre alianças majoritárias, principalmente para o governo do Estado, seguindo a conjuntura nacional que contempla DEM e PSDB no mesmo palanque na corrida à sucessão presidencial.

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.