Rumo a 2010

Kishi, Taisir e Marcinho estão entre 6 de Cáceres na briga à AL

Wilson Kishi, do PDT   O vice-prefeito Wilson Kishi (PDT) está disposto a recuperar a representatividade política da Grande Cáceres, cidade-pólo do Oeste mato-grossense, na Assembleia Legislativa. São 16 anos sem o município eleger um deputado. O último foi José Esteves de Lacerda Filho, hoje assessor jurídico da AL. “O excesso de candidatos atrapalha muito. Precisamos nos unir”, avalia Kishi, ex-vereador por cinco mandatos e no cargo de vice desde janeiro do ano passado. Ele concorreu na chapa do democrata Túlio Fontes, que assumiu a prefeitura por causa da cassação do mandato do reeleito Ricardo Henry (PP).

     Kishi não considera que os deputados do PP, Airton Rondina, o Português, e Antônio Azambuja, sejam porta-vozes de Cáceres, embora residam da região Oeste. Português é de Araputanga, onde foi prefeito. Azambuja é médico e mora em Pontes e Lacerda, onde exerceu mandato de vereador. A região de Cáceres conta com aproximadamente 200 mil eleitores. Só no município onde Kishi é vice-prefeito são cerca de 60 mil moradores. Hoje há sete pré-candidatos lançados para deputado estadual.

   Apesar de não contar com o apoio do prefeito Túlio Fontes, Wilson Kishi demonstra ser o nome dos postulantes à cadeira de deputado que mais apresenta densidade eleitoral. Até 3 de abril, seis meses antes do pleito, ele vai se afastar do cargo de secretário municipal de Obras para entrar na disputa eleitoral. “Temos que ter maturidade e saber respeitar a posição partidária de cada um e não deixar se levar por intrigas políticas. É preciso estar consciente de que Cáceres precisa de um representante na Assembleia”, diz Kishi, na esperança de convencer os demais a recuarem em apoio ao seu nome.

   Além de Kishi, figuram na condição de pré-candidatos por Cáceres o presidente da Câmara Municipal, vereador Leomar Amarante Mota (PP), o reitor da Universidade do Estado (Unemat), Taisir Karim (PP), o vereador de primeiro mandato Celso Fanaia Teixeira (PSDB), que tem apoio do prefeito Túlio, Márcio Lacerda Filho (PSDB), o Marcinho, filho do ex-senador e ex-vice-governador Márcio Lacerda, o procurador do Estado Bruno Homem de Melo (PMDB) e o servidor da Justiça do Trabalho, Jarbas Carvalho (PSB).

    Esta será a terceira vez que Kishi vai tentar vaga na AL. Em 2002, concorreu pelo PP e teve 9.392 votos. Nas urnas de 2006, já no PDT, sua votação diminuiu. Teve 8.751 votos. Ficou na segunda suplência e, graças à colaboração do titular Otaviano Pivetta, que se licenciou para contemplar os dois suplentes (o primeiro é Carlos Brito), Wilson Kishi atuou como deputado por quatro meses.

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

Sem prefeitos, Sema cancela evento

mauren 400   Sob Mauren Lazzaretti (foto), a secretaria estadual de Meio Ambiente tinha programado um ato nesta quarta, às 16h, em sua sede, para entrega do chamado Kit Descentralização a 30 prefeitos. O governador Mauro participaria do evento. Mas os gestores não apareceram. Cinco mandaram representantes. Ao ser...

"Fogo amigo" no TCE e petição no STJ

E segue a guerra nos bastidores entre conselheiros substitutos e os titulares afastados. Os reservas que há dois anos compõem o Pleno torcem para Albano, Joaquim, Sérgio, Teis e Novelli não retornar à ativa tão cedo. E, segundo informações, dois deles têm agido de forma açodada no STJ, a quem cabe decidir pelo retorno ou não, em julgamento de um recurso na pauta para o próximo dia 18. Tentam tumultuar o processo,...

Prefeito vai dar emprego a mototaxista

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) afirma que, como pai de família, se sensibilizou muito com a situação do mototaxista que foi atropelado por "amarelinhos" no bairro Altos da Serra. Ele garante que determinou que o secretário Antenor procure a família da...

Novo adiamento frustra conselheiros

Raul_Araujo_400   A Corte Especial do STJ adiou, mais uma vez, o julgamento do agravo regimental dos 5 conselheiros do TCE-MT, que tentam voltar ao cargo. Eles estão afastados há mais de dois anos e estavam esperançosos de que hoje (4) receberiam o aval para retornar à Corte de Contas. O recurso, relatado por ...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.