Rumo a 2010

Kishi, Taisir e Marcinho estão entre 6 de Cáceres na briga à AL

Wilson Kishi, do PDT   O vice-prefeito Wilson Kishi (PDT) está disposto a recuperar a representatividade política da Grande Cáceres, cidade-pólo do Oeste mato-grossense, na Assembleia Legislativa. São 16 anos sem o município eleger um deputado. O último foi José Esteves de Lacerda Filho, hoje assessor jurídico da AL. “O excesso de candidatos atrapalha muito. Precisamos nos unir”, avalia Kishi, ex-vereador por cinco mandatos e no cargo de vice desde janeiro do ano passado. Ele concorreu na chapa do democrata Túlio Fontes, que assumiu a prefeitura por causa da cassação do mandato do reeleito Ricardo Henry (PP).

     Kishi não considera que os deputados do PP, Airton Rondina, o Português, e Antônio Azambuja, sejam porta-vozes de Cáceres, embora residam da região Oeste. Português é de Araputanga, onde foi prefeito. Azambuja é médico e mora em Pontes e Lacerda, onde exerceu mandato de vereador. A região de Cáceres conta com aproximadamente 200 mil eleitores. Só no município onde Kishi é vice-prefeito são cerca de 60 mil moradores. Hoje há sete pré-candidatos lançados para deputado estadual.

   Apesar de não contar com o apoio do prefeito Túlio Fontes, Wilson Kishi demonstra ser o nome dos postulantes à cadeira de deputado que mais apresenta densidade eleitoral. Até 3 de abril, seis meses antes do pleito, ele vai se afastar do cargo de secretário municipal de Obras para entrar na disputa eleitoral. “Temos que ter maturidade e saber respeitar a posição partidária de cada um e não deixar se levar por intrigas políticas. É preciso estar consciente de que Cáceres precisa de um representante na Assembleia”, diz Kishi, na esperança de convencer os demais a recuarem em apoio ao seu nome.

   Além de Kishi, figuram na condição de pré-candidatos por Cáceres o presidente da Câmara Municipal, vereador Leomar Amarante Mota (PP), o reitor da Universidade do Estado (Unemat), Taisir Karim (PP), o vereador de primeiro mandato Celso Fanaia Teixeira (PSDB), que tem apoio do prefeito Túlio, Márcio Lacerda Filho (PSDB), o Marcinho, filho do ex-senador e ex-vice-governador Márcio Lacerda, o procurador do Estado Bruno Homem de Melo (PMDB) e o servidor da Justiça do Trabalho, Jarbas Carvalho (PSB).

    Esta será a terceira vez que Kishi vai tentar vaga na AL. Em 2002, concorreu pelo PP e teve 9.392 votos. Nas urnas de 2006, já no PDT, sua votação diminuiu. Teve 8.751 votos. Ficou na segunda suplência e, graças à colaboração do titular Otaviano Pivetta, que se licenciou para contemplar os dois suplentes (o primeiro é Carlos Brito), Wilson Kishi atuou como deputado por quatro meses.

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.