Entrevista

Maggi muda discurso sobre decisão de apoiar Silval e saída de Mendes

Maggi muda discurso sobre decisão de apoiar Silval

Crédito: Marcos Vergueiro   Na tentativa de conter a ala do PR simpática ao nome de Mauro Mendes (PSB) à corrida ao Palácio Paiaguás, o governador Blairo Maggi (PR) disse nesta terça (23), em entrevista ao programa Tribuna do Ouvinte, da Rádio Cultura, que o partido optou por apoiar a pré-candidatura do vice Silval Barbosa (PMDB) somente após o empresário abandonar os republicanos rumo ao PSB. À época dos fatos, porém, em setembro de 2009, o chefe do Executivo e o presidente do PR, deputado federal Wellington Fagundes, garantiram que “bateram o martelo” em torno do projeto do PMDB depois de Mendes recusar, por mais de duas vezes, o convite para encampar a pré-candidatura do grupo.

   Na entrevista desta terça, o governador chegou a dizer que trabalhava o nome do empresário internamento no PR, a tal ponto de sofrer desgastes com a súbita migração de Mendes para o PSB. “Ele me deixou numa verdadeira saia-justa. Não o recrimino, mas a forma como foi não deu tempo de ação. Foi tudo muito rápido e sem conversa”. Segundo ele, sem Mendes, o grupo teve que pensar em alguém para representar o partido nesta eleição. "Sendo assim, não tive alternativa senão a de apoiar a pré-candidatura de Silval para ser coerente com meu partido”.

   Segundo Maggi, o episódio levou-o a mudar os planos de abandonar a vida pública. Ele disse que foi impelido a rever os projetos pessoais e lançar a pré-candidatura ao Senado para abrir espaço à candidatura majoritária de Silval. “Meu projeto era voltar às atividades privadas e talvez em 2014 retornar à vida pública. Mas, na política, a gente não faz o que quer. Se eu não fizesse isso, meu grupo seria esfacelado. Com a pré-candidatura posso manter grupo unido”.

   Maggi fez questão de rebater as críticas de que Silval teve uma atuação “apagada” mesmo ocupando o segundo cargo mais importante da estrutura administrativa. “Foi um vice discreto, mas atuante. Não dava opiniões em público, mas em privado deu muitas e bem avalizadas. Por conhecer nossa forma de governar, sei que seguirá a mesma linha", elogiou.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.