Eleições 2010

Mais de 200 cabos denunciam calote de ex-candidatos em MT

Mais de 200 cabos denunciam calote de ex-candidatos

   De acordo com a Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), após o encerramento do primeiro turno foi registrado um aumento no número de denúncias contra candidatos que não pagaram seus cabos eleitorais. Ao todo, cerca de 200 pessoas prejudicadas procuraram a Justiça Eleitoral somente neste ano. Foram 20 ocorrências registradas, envolvendo grupos de 5 até 20 pessoas que utilizaram o serviço do TRE para cobrar seus candidatos. “O que mais impressiona é a existência de várias denúncias contra os eleitos”, destacou o responsável pela Ouvidoria, Gilson Carmo. Segundo ele, também é impressionante o aumento das denúncias nestas eleições.

   De acordo com Carmo, os casos são repassados ao Ministério Público Eleitoral, responsável por apurar a veracidade dos fatos relatados e tomar as providências necessárias de acordo com cada denúncia apurada. Mesmo com o fim da disputa pelos cargos estaduais, a Ouvidoria do TRE continua em funcinamento durante o segundo turno, assim como o Disque-Denúncia, telefone utilizado para receber informações sobre irregularidades na campanha eleitoral - 0800 647 8191.

   Uma das denúncias que chegou ao conhecimento público ainda durante o período de campanha envolveu Mauro Mendes, que disputou sem êxito o Paiaguás, e a deputada estadual eleita Luciane Bezerra, ambos do PSB. Revoltados, estudantes que disseram ter sido contratados chegaram a fazer um protesto em frente à uma emissora de rádio quando Mendes concedia entrevista. Na época, o TRE solicitou a lista dos cabos contratados aos candidatos com o intuito de solucionar o conflito – saiba mais aqui.

   Também procuraram a imprensa para denunciar calote antes do final da campanha, cabos supostamente contratados por uma das concorrentes a uma das cadeiras da Assembleia, Alice Garcia (PRP), que se defendeu dizendo que, assim como o socialista, estava sendo vítima de extorsão – veja aqui.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.