EXCLUSIVO

Mendes aponta falhas de Maggi e promete não desistir do Paiaguás

Pré-candidato ao governo estadual, empresário Mauro Mendes (PSB)   O empresário e pré-candidato ao governo estadual Mauro Mendes (PSB) deixa de lado o discurso comedido e aponta falhas na administração Blairo Maggi (PR), em entrevista exclusiva ao RDNews. Na sala da presidência da Fiemt, o socialista, que sempre evitou críticas à gestão republicana, se sentiu à vontade para comentar os erros de Maggi. Segundo ele, faltaram investimentos em setores ligados à educação, saúde e segurança pública. “Essas áreas precisam de mais atenção”, resume Mendes. Mesmo criticando estes pontos, o pré-candidato lembrou que os programas de habitação e infraestrutura adotado pelo ex-aliado merecem destaque. “O sucessor de Maggi pode aproveitar os benefícios dessas áreas e dar continuidade a elas, pois foram muito bem trabalhadas durante sua gestão”.

   Mendes teve Maggi em seu palanque nas eleições de 2008, quando entrou na “briga” pela Prefeitura de Cuiabá e chegou a disputar o segundo turno com Wilson Santos (PSDB), que acabou reeleito. Para o pleito deste ano, porém, Mendes resolveu deixar o PR após perceber que não teria espaço na sigla para disputar o Palácio Paiaguás, já que Maggi havia fechado um acordo para apoiar seu vice, Silval Barbosa, na corrida a sua sucessão. O empresário filiou-se então ao PSB, do deputado federal Valtenir Pereira, com a promessa de que teria respaldo para a empreitada.

   Agora, ele garante que, apesar das conversas de bastidores, não vai desistir da disputa. “Tive muito tempo para pensar e discutir com minha família se realmente deveria aceitar esta missão. Não vou desistir sob hipótese alguma. Só não vou disputar se Deus não permitir. Não sou homem de entrar em qualquer projeto para brincar”, garantiu o pré-candidato.

   Apesar de tentar manter a política da boa vizinhança com a “turma da botina”, Mendes tem sido alvo de críticas de algumas lideranças ligadas ao governador. É o caso, por exemplo, do diretor-presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot. Ele era um dos mais “afoitos” defensores de Mendes na campanha de 2008. Recentemente, porém, declarou que a pré-candidatura do socialista não significa nada e que é Silval “desde criancinha” – veja aqui. O mesmo foi dito pelo secretário de Fazenda Éder Moraes. “Como cidadãos eles têm o direito de declarar o que quiserem. Tenho certeza que outras pessoas não pensam assim. Vivemos numa democracia, então, não vou me preocupar com essas críticas”, reage.

   Perguntado se as eleições deste ano significam um “terceiro turno” contra Wilson, que também já anunciou o desejo de lutar pelo Paiaguás, Mendes prefere não polemizar. “Não acredito nisso. A eleição para a prefeitura está no passado. Temos que pensar daqui para frente”. Durante a campanha eleitoral de 2008, o tucano declarou que merecia vencer a disputa e que cumpriria o mandato integralmente. “Quanto às declarações do prefeito, acho que cabe à população julgar quem fala a verdade e quem mente nessa história. Não vou usar isso para atingi-lo, porque o povo sabe discernir esse tipo de coisa”, disparou.

   Mendes anunciou ainda que vai se afastar da presidência da Fiemt no próximo dia 26 para se dedicar às viagens ao interior e às conversas com outros partidos na busca pela estruturação do arco de alianças. Ele garante que já conta com o apoio do PPS, PDT e PV. “Na verdade eu teria até junho para me afastar, mas vou fazer isso agora para dedicar-me integralmente a este projeto”, adianta. Junto com a Caravana 40, o empresário tem percorrido municípios do interior. “É assim que pretendo estruturar meu nome e conseguir apoio. Estou levando minhas propostas para que a população que vive nestas cidades possa conhecê-las”.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...