RUMO ÀS URNAS

Mendes deve desistir e vamos ganhar no 1º turno, diz Antero

Ex-senador Antero Paes de Barros   A eleição ao governo deve ser definida em primeiro turno e dificilmente o empresário Mauro Mendes (PSB) conseguirá manter a sua pré-candidatura ao Paiaguás. A afirmação é do pré-candidato ao Senado Antero Paes de Barros (PSDB), nesta quarta (28), durante visita ao RDNews. Neste caso a disputa ficaria entre o ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) e o governador Silval Barbosa (PMDB). "Teríamos três candidatos: Wilson, Silval e o procurador Mauro. A eleição seria definida no primeiro turno", pontua. Para sustentar a sua análise, ele argumenta que a decisão da executiva nacional do PSB, em desistir da candidatura de Ciro Gomes à presidência da República, terá reflexos diretos em Mato Grosso e pode motivar uma mudança de estratégia dentro da sigla, hoje sob o comando do deputado federal Valtenir Pereira.

  Caso isso se concretize, Mendes, na opinião de Antero, pode compor com o governador Silval Barbosa (PMDB) e, provavelmente, levaria junto com ele o PDT. O PPS, por sua vez, passaria a integrar a aliança (PSDB-PTB-DEM). "Caso a Serys (Marly) consiga levar o PT para a aliança, ele (Mauro) pode continuar na disputa, caso contrário, acho difícil", pontuou Antero. Ele frisa que não defende ou torce pelo declínio da candidatura de Mauro, mas esse o quadro que se desenha na atual conjectura política. "Acho até que essa mexida no quadro de candidatos complica a situação, mas é a realidade". Argumenta também que o PSB não pode "rifar" um mandato a deputado federal, numa referência ao fato da aliança tornar fraca a chapa que disputará a Câmara Federal, o que deve por em "xeque" a reeleição de Valtenir. No caso dessas conjecturas se confirmarem, o tucano acredita que o bloco que apóia Wilson e o que defende Silval vai eleger 4 deputados federais cada.

  Na corrida ao Paiaguás, Antero prevê uma disputa acirrada, mas aposta na vitória de Wilson, que será completa com a eleição do ex-governador José Serra (PSDB) como novo presidente da República. "Históricamente os mato-grossenses elegem um governador do mesmo partido do presidente eleito ou da mesma coligação. Isso é bom para o Estado", contextaliza o tucano, que cita exemplos: Júlio Campos foi governador com apoio de João Batista de Oliveira Figueiredo (último presidente brasileiro do regime militar); Carlos Bezerra governou na mesma época de José Sarney, ambos do mesmo partido; Jayme Campos assumiu o Paiaguás com Fernando Collor de Mello; Dante de Oliveira (falecido em 2006) administrou Mato Grosso por dois mandatos, que coincidiram com os de FHC, Blairo Maggi (PR), por sua vez, contou com o apoio de Lula. "Agora esperamos eleger Wilson e Serra".

----------------------
"Vamos ganhar de goleada"
---------------------

   Na ótica do tucano, a população não costuma ficar olhando pelo "retrovisor", comparando governos. "Todos os governos tiveram contribuições importantes. O povo vai escolher quem é mais competente, tem as melhores propostas e é mais articulado. Wilson é o mais preparado", defende. Mesmo acreditando que não haverá comparações, o tucano avisa que o grupo de Wilson está preparado para debates que comparem as gestões Maggi e Dante. "Vamos ganhar de goleada", diz em tom animado. Logo em seguida, argumenta que devem ser levados em consideração não só as ações de Dante, mas as de Jayme, Júlio e Frederico Campos. "Para mim uma das principais obras de Jayme foi a criação da Unemat, Frederico construiu milhares de casas e Júlio fez mais asfalto que Maggi. Todos apoiam Wilson", enfatiza o tucano, que aponta como principais ações de Dante a resolução do problema de energia no Estado, implantação de políticas de saúde e educação. "Dante organizou o Estado".

   Para ele, os debates na corrida ao Paiaguás vão ser norteados por temáticas envolvendo: educação, segurança, infraestrutura, saúde e turismo."O diferencial nessas eleições serão os debates voltados ao turismo, a chamada indústria sem chaminé. Essa temática nunca foi discutida apesar de termos tantas belezas naturais". O ex-senador cita cidades como Nobres, Chapada dos Guimarães, Alta Floresta, Cáceres, Salto do Céu, Jaciara, águas termais, as praias do Araguaia e o Pantanal como algumas das potencialidades turísticas de Mato Grosso, que não são exploradas adequadamente por falta de logística. "É necessário ter uma política forte. Nós vamos lançar a campanha conheça Mato Grosso antes da Copa de 2014", conta Antero, que é um dos principais articuladores da campanha de Wilson ao governo. 

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...