Entrevista

Mendes é vice ideal, afirma Silval

   Silval Barbosa (PMDB) afirmou em entrevista ao programa Cidade Independente, da Rádio Cidade, nesta terça (9), que o empresário Mauro Mendes (PSB) seria "ideal" para disputar o cargo de vice-governador numa chapa encabeçada pelo peemedebista. “Eu o admiro, mas o projeto de hoje é outro e é construído em grupo. Se conseguirmos editar o mesmo arco de alianças que elegeu Blairo Maggi (PR) junto com o PT, tenho certeza que poderemos consolidar o desenvolvimento que está à nossa frente. Se Mauro (Mendes) vier a somar, vai dar uma contribuição muito grande com sua experiência empresarial”, alegou. O peemedebista, que é pré-candidato ao governo do Estado, confirmou que está conversando com o deputado Valtenir Pereira, presidente regional do PSB. “Meu vice pode sair do PP, PSB ou do PDT. Mas gostaria muito que fosse da Baixada Cuiabana”, salientou. Silval assume o Palácio Paiaguás a partir de 1 de abril, com a saída do governador Blairo Maggi (PR), que pretende disputar o Senado. 

   Quanto ao secretariado, o peemedebista confirma que está praticamente "fechado" com o ex-presidente da Unimed, Kamil Fares, que deve assumir a Saúde no lugar de Augustinho Moro. “Apesar dele (Moro) ser um grande secretário, não manifestou desejo de ficar na pasta". Silval diz que pretende manter um hospital na Capital, além do Universitário. “Temos problemas com filas de cirurgias eletivas que precisam ser atacadas e olhadas de frente e buscamos recursos para resolver isso já nessa transição”, disse.

   Ele disse ainda que a área de segurança pública exige uma atenção permanente e espera auxílio do governo federal. “Temos 7 mil homens efetivos e a demanda é de 12 mil. Além disso, temos que contratar, capacitar e equipar as delegacias para o combate às drogas especialmente na fronteira”, lembrou. Silval garante que o plano é integrar as polícias Civil e Militar para combater o crime não só em Cuiabá, mas também em todo o Mato Grosso. 

Clique no play e confira entrevista de Silval Barbosa à Rádio Cidade
 

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.