Rumo a 2010

Mendes traz perspectiva de investimentos, mas é tido como arrogante e sem discurso

   O presidente da Federação das Indústrias do Estado, empresário Mauro Mendes, tomou mesmo gosto pela política. Depois de ter boa votação na disputa de dois turnos pela Prefeitura de Cuiabá, ele tenta construir um projeto alternativo ao governo estadual. Deixou o PR do governador Blairo Maggi e entrou no PSB. Analistas consideram que, entre os aspectos positivos que trazem a pré-candidatura majoritária de Mendes, está o fato da lembrança positiva da campanha de 2008, mesmo tendo sido derrotado pelo prefeito tucano Wilson Santos, e também o fato de possuir boa relação com o setor produtivo, do qual faz parte. Isso traz, com Mendes no governo, perspectivas de altos investimentos no Estado, dentro da política de atrair novas indústrias.

   O PSB aposta na pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda e da Integração Nacional Ciro Gomes à Presidência da República e, dentro do projeto nacional, o nome de Mendes ganha força já que procura se sustentar num projeto alternativo. Um grupo de 9 partidos, a maioria nanicos, tem debatido composição política, entre eles o PPS e o PDT. São incentivadores do nome de Mendes à sucessão de Maggi. De um lado, tem a vantagem de se ampliar alianças mas, de outro, o pré-candidato "pisa em ovos". Acontece que ora os presidentes do PPS e PDT, respectivamente, Percival Muniz e Otaviano Pivetta, abrem diálogo com outros possíveis adversários de Mendes, como Silval Barbosa e Wilson Santos, ora "bajudam" o empresário, com discurso de que trata-se da melhor alternativa ao posto de chefe do Executivo estadual.

    Entre outras vantagens de Mendes estão sua independência financeira e por possuir base eleitoral em Cuiabá, com 372,4 mil eleitores. Já quanto a questões tidas como complicadoras aparecem críticas no meio político e junto a alguns eleitores de que o pré-candidato do PSB é "arrogante" e que apresenta discurso sem muita consistência. Muitos o veem também como um político-empresário instável, já que anuncia um posicionamento e depois recua. Comunicou, por exemplo, que permaneceria no PR e, três dias depois, migrou para o PSB. Em 2008, jurava que não seria candidato a prefeito e acabou entrando na disputa. Outra reclamação das próprias lideranças políticas é sobre a dificuldade de falar com Mendes.

    Conflitos

   Ele se depara também com divergências com o presidente estadual da legenda socialista, deputado Valtenir Pereira, que está mais determinado a levar o PSB para uma aliança com o PMDB de Silval Barbosa ou até mesmo com o PSDB de Wilson Santos do que sustentar projeto majoritário de Mendes. Valtenir, no fundo, quer salvar a sua reeleição, algo difícil de conquistar se o grupo dos nove não buscar composições majoritárias e proporcionais. Mauro Mendes deve enfrentar dificuldades também nas visitas ao interior por falta de apoio localizado e por estar num partido sem estrutura e muitos filiados.

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

Articulação pra tentar voltar ao Procon

gisela simona 400 curtinha   Com adiamento e ainda sem nova data para a eleição suplementar ao Senado, Gisela Simona (Pros), que se afastou do Executivo para concorrer ao pleito, quer retornar ao cargo de secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), vinculado à secretaria...

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.