Eleições 2010

Não subo no palanque de Silval ao lado de Getúlio, diz Messias

Messias di Caprio   O vereador mais votado de Primavera do Leste e candidato a deputado federal, Messias Di Caprio (PP), garante que não vai subir no palanque do governador e candidato a reeleição Silval Barbosa (PMDB) caso tenha que dividir o espaço com o prefeito Getúlio Viana (PR). O parlamentar é oposição ferrenha ao gestor e garante que, apesar do fato de ambos comporem o arco de aliança da coligação “Mato Grosso em Primeiro Lugar”, não existe a mínima chance de trabalharem em conjunto. “Não tem fundamento subir no mesmo palanque que o adversário. Essa possibilidade está descartada. Eu tenho um nome a zelar”, enfatizou. Messias garante que faz uma campanha limpa, sem recursos financeiros, mas pretende garantir uma vaga na Câmara Federal com o apoio da população. "Para isso, tenho ido de casa em casa pedir apoio", afirmou.

   Ele avalia que o processo eleitoral na região será “pesado”, porque seus adversários já prometeram derramar muito dinheiro. Otimista, Messias acredita que nessas eleições, a população agirá de forma consciente e prometeu denunciar quem quer que seja caso hajam irregularidades. “Não tenho dúvidas de que o povo pensará duas vezes antes de vender o seu voto e estarei de olho. Se houver coisas erradas eu não vou ficar calado, pode ter certeza disso”.

   Perguntado sobre a definição da chapa majoritária, Messias defende que cada município tem suas peculiaridades e que o partido só tem a ganhar tendo como vice alguém que seja do PP, numa referência a Chico Daltro, definido por Silval nesta quarta como seu vice. Contudo, o vereador progressista adiantou que mais importante que uma composição é a atuação política em termos de viabilização de recursos para os municípios. Ele avalia que a cidade está um verdadeiro caos. “Primavera do Leste está abandonada. O prefeito trata o povo como lixo e eu não tenho medo de abrir a boca. Nossa cidade é uma vergonha total”, disparou.

   Messias, que garante desempenhar um papel atuante, prometeu acabar com as diferenças entre ricos e pobres na cidade, garantindo que é possível fazer política de forma transparente, sem corrupção. “O vereador é o político mais próximo do cidadão e eu quero continuar assim, quero desenvolver uma política participativa. Não tenho medo dos meus adversários e vou mostrar a eles como se faz política de verdade”, alfinetou.
 

 

 

 

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.