Rumo a 2010

Pagot avaliza Silval, mas lembra de alianças

   O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, reforçou nesta terça (29), em entrevista ao telejornal Bom Dia Mato Grosso, da TV Centro América (afiliada da Rede Globo), a pré-candidatura do peemedebista Silval Barbosa à sucessão estadual. Ele nem tocou no assunto, mas, nos bastidores, se empenha como espécie de cabo eleitoral do empresário Mauro Mendes, virtual candidato do PSB ao Palácio Paiaguás. Como pertence ao PR do seu padrinho político e governador Blairo Maggi, Luiz Pagot, para não contrariá-lo, defende publicamente o nome de Silval, mas deixa claro que há outros opções dentro do arco de alianças.

   Para ele, é importante que os partidos que compõem a base governista cheguem a um entendimento sobre candidaturas majoritárias. Nesse caso, joga no mesmo pacote PR, PSB, PP, PT e PMDB e outras siglas que marcham para oposição, como DEM dos irmãos Júlio e Jayme Campos, o PPS de Percival Muniz e o PDT de Otaviano Pivetta. “O governo tem que ter uma boa base de sustentabilidade tanto no âmbito estadual quanto federal para que os projetos tenham continuidade”, enfatiza Pagot, sobre a continuidade da gestão, no caso, com Silval.

   Pagot ocupou três secretarias no governo Maggi, sendo elas Infraestrutura, Casa Civil e Educação. Era tido como o trator da turma da botina, grupo ligado ao governador. Depois, graças às articulações de Maggi, assumiu o Dnit, uma das autarquias mais cobiçadas da estrutura do governo federal, cujo orçamento anual chega a R$ 14 bilhões. O posicionamento dúbio de Pagot vem contrariando Maggi e o próprio Silval. Acontece que, ao mesmo tempo que defende o nome do peemedebista para o Paiaguás, se movimenta nos bastidores para reforçar a pré-candidatura de Mendes, presidente da Federação das Indústrias do Estado e candidato derrotado a prefeito da Capiltal no ano passado. Aliás, Mendes trocou o PR pelo PSB, sob orientação de alguns aliados, entre eles o próprio Pagot.

   Projetos

   Na entrevista à TVCA, Luiz Pagot admite que há morosidade no andamento dos projetos na área de transporte, sob sua responsabilidade, como a Ferronorte e a hidrovia Teles Pires-Tapajós. Quando questionado do porquê de a ferrovia não avançar rumo a Cuiabá, como prometido pelo governo federal, o diretor-geral do Dnit alegou que "as obras foram retomadas este ano é que deve chegar perto da capital mato-grossense até 2011. Segundo ele, a empresa contratada, a América Latina Logística (ALL), já recebeu o aval do licenciamento ambiental para asfaltar 120 km. Esse trecho da BR-163 vai de Alto Araguaia a Itiquira. Pagot pede trégua para conclusão do projeto.

   No tocante à hidrovia, outra vez a morosidade nas obras foi questionada. “Haverá um sistema de cruzamento dos rios para permitir a navegação. Mas isso ainda deve começar a ocorrer daqui a cinco ou dez anos”, ressaltou Pagot. Ele informou que os inventários estão sendo concluídos, mas são vagarosos porque precisam atender a muitas exigências ambientais. Então, diz ele, a espera é necessária.

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...