Eleição

Pagot "defende" Jayme ao Governo para evitar rusga no grupo de Taques

O grupo de oposição encabeçado pelo pré-candidato ao governo senador Pedro Taques (PDT), tende a enfrentar novos embates internos caso insista na aproximação com o PTB. Uma das exigências do é a candidatura da ex-senadora Serys Marly (PTB) ao Senado. “Não vamos abrir mão disso”, afirma o dirigente da sigla ex-diretor do Dnit, Luiz Antônio Pagot (PTB).

Esse quadro geraria mal estar novamente com dos democratas, já que o senador Jayme Campos (DEM) quer buscar a reeleição. Essa é a segunda vez que a pré-candidatura do democrata é ameaçada. A primeira surgiu com a possibilidade do PR se juntar ao pedetista. A sigla defende o nome do deputado federal Wellington Fagundes como senador.

Jayme chegou a declarar que abriria mão da reeleição caso uma pesquisa interna constatasse a preferência do republicano, mas a manifestação da população até o momento coloca Jayme na frente. Pesquisa realizada pelo Instituto Mark, em parceria com o RDNews, por exemplo, o nome do democrata figura com 24,2% e o de Wellington vem em segundo, com 16,7%.

Com 24%, Jayme leva vantagem na Capital na corrida para Senado e Wellington é o 2º

Por outro lado, Pagot não descarta a hipótese de surgir terceiro arco de aliança, não se limitando assim a Taques e ao grupo da base, que ainda está sem pré-candidato específico. Ele não acredita na consolidação do atual cenário e defende que Jayme tem condições de disputar o Palácio Paiaguás. “Ele é experiente, tem história política e é um grande nome”, diz. Caso o DEM deixe o grupo de oposição, o caminho fica livre para Serys.

O petebista, que também é pré-candidato a deputado federal, garante que o partido não está “afobado” para fechar alianças e acredita que muitos pré-candidatos vão desistir, ao contrário de outros que podem optar pela disputa. “Estamos aguardando a florada do Pantanal”, brinca, se referindo a definição de novos nomes para o pleito deste ano, que deve começar a se concretizar em abril. 

Adianta ainda que o PTB tem visitado municípios a fim de buscar novos nomes para a legenda. Após a decisão do conselheiro do TCE, Antônio Joaquim, de não voltar à política, o partido ficou sem nome para candidatura própria ao governo. “O PTB nunca apostou em Antônio Joaquim, o (ex-prefeito Chico) Galindo teve apenas uma conversa com ele e não chegou a ser aposta”, assegura.

Insatisfeito com conjuntura política, conselheiro recua de pré-candidatura

 

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

Entrevistando uma aliada vitimizada

dito lucas 400 curtinha   Selma Arruda aceitou gravar entrevista para o programa Roda de Conversa, apresentado por Dito Lucas (foto) e que estreia hoje à noite, na TV Gazeta de Cuiabá, desde que fosse em sua casa, em Chapada dos Guimarães. E assim foi feito. A senadora cassada ficou bem à vontade para falar o que quis....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.