Eleição

Pagot "defende" Jayme ao Governo para evitar rusga no grupo de Taques

O grupo de oposição encabeçado pelo pré-candidato ao governo senador Pedro Taques (PDT), tende a enfrentar novos embates internos caso insista na aproximação com o PTB. Uma das exigências do é a candidatura da ex-senadora Serys Marly (PTB) ao Senado. “Não vamos abrir mão disso”, afirma o dirigente da sigla ex-diretor do Dnit, Luiz Antônio Pagot (PTB).

Esse quadro geraria mal estar novamente com dos democratas, já que o senador Jayme Campos (DEM) quer buscar a reeleição. Essa é a segunda vez que a pré-candidatura do democrata é ameaçada. A primeira surgiu com a possibilidade do PR se juntar ao pedetista. A sigla defende o nome do deputado federal Wellington Fagundes como senador.

Jayme chegou a declarar que abriria mão da reeleição caso uma pesquisa interna constatasse a preferência do republicano, mas a manifestação da população até o momento coloca Jayme na frente. Pesquisa realizada pelo Instituto Mark, em parceria com o RDNews, por exemplo, o nome do democrata figura com 24,2% e o de Wellington vem em segundo, com 16,7%.

Com 24%, Jayme leva vantagem na Capital na corrida para Senado e Wellington é o 2º

Por outro lado, Pagot não descarta a hipótese de surgir terceiro arco de aliança, não se limitando assim a Taques e ao grupo da base, que ainda está sem pré-candidato específico. Ele não acredita na consolidação do atual cenário e defende que Jayme tem condições de disputar o Palácio Paiaguás. “Ele é experiente, tem história política e é um grande nome”, diz. Caso o DEM deixe o grupo de oposição, o caminho fica livre para Serys.

O petebista, que também é pré-candidato a deputado federal, garante que o partido não está “afobado” para fechar alianças e acredita que muitos pré-candidatos vão desistir, ao contrário de outros que podem optar pela disputa. “Estamos aguardando a florada do Pantanal”, brinca, se referindo a definição de novos nomes para o pleito deste ano, que deve começar a se concretizar em abril. 

Adianta ainda que o PTB tem visitado municípios a fim de buscar novos nomes para a legenda. Após a decisão do conselheiro do TCE, Antônio Joaquim, de não voltar à política, o partido ficou sem nome para candidatura própria ao governo. “O PTB nunca apostou em Antônio Joaquim, o (ex-prefeito Chico) Galindo teve apenas uma conversa com ele e não chegou a ser aposta”, assegura.

Insatisfeito com conjuntura política, conselheiro recua de pré-candidatura

 

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.