Partidos podem dar aval absoluto

Partidos vão conversar com líderes para colocar ou não reeleição de Jayme como prioridade

Assessoria

jayme julio leitao galindo (1).jpg

Líderes partidários vão discutir com respectivas siglas sobre reeleição de Jayme

Com medo de levar puxada de tapete do deputado federal Wellington Fagundes (PR) que se aproxima do grupo pró-Pedro Taques visando viabilizar candidatura ao Senado, o senador Jayme Campos (DEM) se reuniu com líderes partidários do PTB, PV, PSDB, PP e Solidariedade para pedir apoio irrestrito ao seu projeto de reeleição.

Na noite de ontem (5), Jayme recebeu no escritório o presidente estadatual do PSDB deputado federal Nilson Leitão, do PTB ex-prefeito de Cuiabá Chico Galindo, do Solidariedade suplente de deputado estadual Daltinho de Freitas, além do PP e do PV. O democrata obteve o respaldo dos presentes que se comprometeram a levar a discussão para as respectivas militâncias. Nos bastidores, a informação é que se não conseguir se viabilizar no grupo de Taques, Jayme cogita a possibilidade de reunir os insatisfeitos do grupo da oposição (DEM, PPS e PSDB) e da situação (PR e PSD) e sair como uma terceira via ao Governo.

Enquanto Jayme se reunia com os companheiros, Wellington se encontrava com o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes, principal coordenador da pré-campanha de Taques.

Jayme, por meio de sua assessoria, garante que os líderes dos cinco partidos presentes na reunião classificaram sua reeleição como a melhor para o projeto político do grupo. Isso porque ele faz oposição ao Governo do PT no âmbito federal e ao governador Silval Barbosa (PMDB) em nível estadual.

Nilson Leitão defendeu uma oposição unida e coesa. “Esse é momento de nos unirmos porque o povo de Mato Grosso não aguenta mais tanta injustiça no nosso Estado, e todos nós unidos temos mais chances de mudar este Governo que está aí”, declarou Leitão.

Após a reunião, Jayme entrou em contato com o presidente regional do PDT, deputado estadual Zeca Viana, para colocar a disposição dos partidos de caminharem no projeto oposicionista. “Deixei claro para o Zeca que eu faço parte do grupo e que a composição da chapa deve vir de dentro dos partidos que estão juntos com a gente, queremos participar de um projeto político de forma democrática, mas acima de tudo temos que mudar o atual grupo político que comanda o Estado, precisamos de um Governo mais humano”, finalizou. (Com assessoria)

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.