ARTICULAÇÃO

Percival diz que PPS pode ajudar a fortalecer o PSDB em fusão

Percival Muniz    A discussão nacional acerca da unificação entre o PPS e o PSDB permanece sem respaldo em Mato Grosso. O presidente da sigla socialista, deputado estadual reeleito Percival Muniz, garante que deixou a cargo da executiva nacional, sob Roberto Freire, as articulações para viabilizar a fusão. Apesar de tentar se manter neutro, ele diz que seria uma forma de fortalecer os dois partidos. "“Juntar pequeno com pequeno é somar força e nós também podemos ajudar o PSDB”, destacou.

   Os tucanos amargaram derrotas tanto em nível estadual, com Wilson Santos na disputa pelo Palácio Paiaguás, quanto nacional, com José Serra, que chegou a levar a disputa ao segundo turno, mas perdeu para a presidente eleita Dilma Rousseff (PT). Agora, o PSDB começa a procurar novas hipóteses de se fortalecer e deu início à discussão sobre a formação de uma nova legenda. Um das alternativas seria a fusão com o PPS, fortalecendo a bancada oposicionista no Congresso. Apesar de prematuras, as discussões começam a gerar diversas especulações.

   Longe do olho do furacão, Percival diz que ainda não assimilou os reflexos da medida para o partido em Mato Grosso. Freire teria sido procurado pelo senador eleito Aloysio Nunes (PSDB-SP), quando se limitou a ressaltar a importância da clareza do objetivo deste novo partido. Acontece que como a legislação tem se tornado cada vez mais rigorosa em relação à fidelidade partidária, a criação de uma nova sigla desvincularia os cargos dos eleitos das legendas, desobrigando os candidatos eleitos a permanecerem no partido para o exercício do mandato. No entanto, mais que assustar, a ideia parece natural a analistas políticos e até aos dirigentes dos partidos.

   No Estado, a situação do PPS, que no cenário nacional é de partido minoritário, parece um pouco mais confortável, já que o tucanato saiu abalado das últimas eleições. O PSDB amargou o terceiro lugar de seu candidato ao Palácio Paiaguás, Wilson Santos, e de quebra perdeu o comando da Capital. Também não conseguiu emplacar um novo mandato para a presidente do diretório regional, a deputada federal Thelma de Oliveira, e na Assembleia apenas manteve a vaga de Guilherme Maluf. O maior êxito dos tucanos foi a eleição de Nilson Leitão para a Câmara Federal, mas a situação ainda está indefinida pela possibilidade do deputado federal Pedro Henry (PP) conseguir fazer valer, na Justiça, os votos que recebeu em sua tentativa de reeleição.

   Já o PPS de Percival, que comprou uma briga interna no período de pré-campanha para integrar o chamado movimento Mato Grosso Muito Mais, composto também por PSB, PDT e PV, comemora o que o deputado chamou de consolidação do grupo, com a eleição de Pedro Taques (PDT) como senador. Na época, o então vereador Ivan Evangelista (PPS), defendia que o não apoio ao tucanato enfraqueceria o partido. O fato é que o PPS saiu das eleições como entrou: com apenas um representante na Assembleia.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.