Rumo a 2010

PMDB some e rejeita chapão


Ex-prefeito de Cuiabá, Rodrigues Palma, Emanuel Pinheiro (PR), Sergio Ricardo (PR), Wellington Fagundes (PR) , governador Silval Barbosa (PMDB), Carlos Abicalil, Blairo Maggi (PR) e Moisés Sachetti (PR) discutem formação de "chapão"

   Uma reunião na Assembleia Legislativa nesta terça (4) pela manhã marcou a aliança PR, PMDB e PT. Mesmo assim, nenhum pré-candidato do PMDB compareceu ao encontro. O único a representar o partido foi o próprio governador Silval Barbosa, que vai tentar a reeleição no pleito deste ano. Eles discutiram assuntos ligados à aliança do grupo e formação do chamado "chapão", aumentando as chances de eleger deputados estaduais e federais. Novos encontros já estão agendados para discutir o assunto, já que nenhum acordo foi fechado ainda. A resistência dos peemedebistas é gerada porque eles acreditam que o melhor para a sigla é encarar sozinha as eleições proporcionais deste ano.

   Durante o encontro, Carlos Abicalil, presidente regional do PT, Wellington Fagundes, presidente regional do PR, e Silval, discutiram também a realização de uma caravana pelo Estado. A ideia surgiu depois que o ex-governador Blairo Maggi (PR), pré-candidato ao Senado, decidiu fazer uma espécie de estradeiro pessoal por Mato Grosso. A cúpula republicana já decidiu que os membros do partido vão acompanhá-lo. Esta é a primeira vez que os líderes das três siglas sentam oficialmente para tratar das questões relativas às coligações proporcionais.

   Abicalil tenta transformar Silval em consenso entre os petistas. O racha no partido aconteceu depois que ele disputou contra a senadora Serys Marly a chance de ser o pré-candidato da sigla ao Senado. Desde então, Serys tenta "arrebanhar" petistas em prol da pré-candidatura de Mauro Mendes (PSB), provável adversário do peemedebista nas urnas neste ano. Como nacionalmente PSB e PT estarão no mesmo palanque na disputa pela presidência, o projeto de união das legendas em Mato Grosso também deve ganhar força.

   Apesar disso, Abicalil garante que os petistas vão apoiar a pré-candidatura à reeleição do governador Silval Barbosa (PMDB). As duas correntes petistas travam uma nova disputa interna e a decisão só deve ser tomada em junho, quando acontecem as convenções partidárias.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.