Eleições 2010

PPS virá comigo pois prioriza disputa proporcional, diz Wilson

   O pré-candidato ao governo Wilson Santos (PSDB) acredita no apoio do PPS à sua candidatura. De acordo com ele, o presidente da executiva nacional do partido, Roberto Freire, garantiu que a legenda deverá ter como prioridade as candidaturas rumo à Câmara dos Deputados. “A tendência é o PPS fechar conosco”, avaliou o ex-prefeito de Cuiabá.

   Sem pré-candidatos às vagas majoritárias, o PPS tem Eduardo Moura como principal indicação para disputar o cargo de deputado federal. O presidente do diretório regional do partido, deputado estadual Percival Muniz, defende com unhas e dentes a permanência da sigla no Movimento Mato Grosso Muito Mais, que tenta emplacar o empresário Mauro Mendes (PSB), assegurando a indicação do nome do seu vice e pleiteando ainda outros cargos como o de senador e suplentes de Senado.

   O grupo formado por PSB, PDT, PV e que disputa o apoio do PPS, já tem dois fortes nomes indicados para disputar uma cadeira na Câmara. São eles o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) e o deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT). “Do jeito que está, fica difícil alcançar coeficiente para emplacar Eduardo Moura”, avaliou Wilson. Há ainda um embate na coligação para definir se a corrida proporcional será dividida em PSB/ PV e PDT/PPS ou se os partidos poderão seguir juntos.

   Ao lado do ex-prefeito, as siglas também devem se dividir em duas chapas para a corrida proporcional. De um lado, DEM e PSDB terão candidatos como o ex-governador Julio Campos (DEM) e a deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB). Neste cenário, o vice-presidente do PPS, vereador Ivan Evangelista, disse que tem a palavra do PTB, que se coligou com partidos de menor porte, para a composição da chapa proporcional dos populistas.

   Contudo, assim como Evangelista declarou que não apoiaria Mendes, mesmo se a convenção do PPS assim decidisse, Percival também declarou que para garantir o apoio do PPS ao empresário, não faz questão de lutar pelo seu sonho de ser senador e topa concorrer a qualquer cargo. Diz ainda que se seu partido definir que apoiará o projeto de Wilson, não participará do processo eleitoral.

   Mesmo dividido, o ex-prefeito acredita que o apoio do PPS possa contribuir para sua candidatura. “Teríamos mais tempo de TV e rádio e a participação de lideranças impotantes”, concluiu..

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.