Eleição

Pré-candidatos à AL devem sair na vantagem por serem apresentadores

Rodinei Crescêncio

montagem-eder-walter-luisinho.jpg

Eder Moraes, Walter Rabello e Luizinho Magalhães são apresentadores de TV

A pouco mais de sete meses para as eleições deste ano, a programação televisiva de Mato Grosso já se tornou vitrine para apresentadores que pretendem obter sucesso nas urnas. Todos pré-candidatos a deputado estadual tanto pela reeleição quanto primeiro mandato. Eles comandam programas de cunho popular e até mesmo assistencialista, com forte abrangência especialmente na Baixada Cuiabana. Analistas políticos vêm isso como um problema, seja antes ou depois de eleitos. Nessa lista estão o deputado estadual Walter Rabello (PSD), o ex-secretário Eder Moraes (PMDB), o suplente de deputado Luizinho Magalhães (PSD), o filho do deputado federal Júlio Campos, Júlio Campos Neto (DEM) e a blogueira Adriana Vandoni (PDT).

Rabello (PSD) é um dos maiores exemplos de que a função de apresentador rende frutos na política. Se as eleições proporcionais fossem hoje, ele seria o candidato mais votado à Assembleia, conforme pesquisa do Instituto Mark e só perdeu para o deputado José Riva (PSD) na última eleição. Foi vereador em 2004 e em 2010 se elegeu como deputado. Por outro lado, faz questão de ressaltar que teve duas derrotadas, mesmo comandando jornal diário na TV Gazeta (10): em 2000, quando disputou a vereador, e em 2008, na candidatura a prefeito de Cuiabá.

Eder Moraes, que já passou por várias secretarias nos dois últimos governos, também percebeu que aparecer na TV é uma fórmula assertiva entre os que almejam cargo eletivo. Por isso, não perdeu tempo e tratou de deslanchar o programa Eder Moraes Fatos & Versões, transmitido por três canais do Estado – TV MT (27), Rede TV (47) e TBO (8).

O suplente Luizinho Magalhães pretende se efetivar no Legislativo neste ano com a ajuda do programa Mato Grosso Urgente, na TV Cidade Verde (12). Representante da região de Primavera do Leste, ele chegou a assumir como deputado estadual na vaga de Walter Rabello, graças ao esquema de rodízio das coligações.

Já Júlio Neto, atualmente, é diretor da TBO, responsável, inclusive, por ceder espaço a outros políticos que compõem a grade do canal – como o próprio Eder Moraes.

Facebook

adriana vandoni.jpg

Adriana Vandoni ainda vai começar a apresentar programa de TV, em março

Em 10 de março, a blogueira Adriana Vandoni também vai comandar programa de televisão. Trata-se de uma extensão de seu blog, o Prosa & Política, que será transmitido pela TV Pantanal (22).

Apesar da constatada vantagem eleitoral que a aparição na TV reflete, a legislação não vê irregularidades na atuação de pré-candidatos na televisão, já que, aos olhos da Justiça, estão exercendo a profissão. No entanto, determina que até o final de junho os comunicadores deixem de utilizar o espaço público para focar somente na candidatura.

O cientista político João Edison de Souza enxerga a situação como campanha extemporânea, já que a aparição na TV é uma forma de dialogar com a população, expor projetos e propostas que agradam o telespectador, além de criticar o que não está correto na atual administração. “O problema não é a lei, mas sim as brechas, e uma delas é justamente não poder fazer campanha neste período e poder exercer a profissão”, complementa. 

Em contrapartida, o analista político Alfredo da Mota Menezes observa que o problema do apresentador que é candidato vem após se eleger porque, segundo ele, no parlamento a realidade é diferente. “Se não jogar o jogo, não tem jeito e [o político] acaba frustrando o eleitor que o elegeu pensando que seguiria a mesma linha dos programas”, sustenta.

Fatura por média e multa à Energisa

thiago 400 ager curtinha   Após fiscalização no 2º semestre do ano passado, a Ager-MT multou em R$ 14,4 milhões a Energisa. Descobriu-se irregularidades na área comercial da concessionária de energia. Thiago Bernardes (foto), coordenador Regulador de Energia da Agência, explica que, no trabalho...

PS-VG e revolta por falta de médicos

marcondes curtinha 400   Principal calcanhar de Aquiles do 2º maior município do Estado, que registra hoje cerca de 200 mil habitantes, o Pronto Socorro de Várzea Grande não está recebendo pacientes ortopédicos e nem ginecológicos em sua porta de entrada. É que a unidade não tem...

Emanuel, feitos, paletó e a reeleição

emanuel pinheiro 400 curtinha   O núcleo de apoio estratégico do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) está empolgado com resultado de pesquisas realizadas tanto para avaliar como está indo a administração da Capital, pontuando pontos fracos e fortes, quanto sobre se há chance ou não de...

Deputada critica Bruno no Operário-VG

janaina riva 400 curtinha   Acostumada a enfrentar temas polêmicos, dentro e fora da seara política, Janaína Riva foi a única parlamentar a se manifestar publicamente sobre a decisão do Operário de Várzea Grande de contratar o goleiro Bruno, condenado a 20 anos por matar e ocultar o corpo da...

Espólio político de Selma que não virá

otaviano pivetta 400 curtinha   O vice-governador e pré-candidato ao Senado, Otaviano Pivetta (foto), tem encampado um equivocado entusiasmo sobre possível espólio político de Selma Arruda. Mas a tendência, se insistir nessa tese, é de amargar uma tremenda frustração. Pivetta tem dito aos...

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.