Eleições 2010

Prefeitos desistem das urnas para não trocar "certo por duvidoso"

Dimorvan Brescancin e Cesar Maggi   Wilson Santos (PSDB) é o único dos 141 prefeitos mato-grossenses que está decidido a renunciar ao mandato para entrar na disputa deste ano. Todos os outros que chegaram a cogitar candidatura recuaram e decidiram não trocar o "certo pelo duvidoso". Entre os mais animados estava o prefeito de segundo mandato de Sapezal, César Maggi (PR), primo do governador Blairo Maggi (PR), que chegou a articular a viabilização de sua candidatura a uma das 24 vagas da Assembleia Legislativa.

   Outro que abriu mão da disputa é o prefeito de Campo Verde, Dimorvan Brescancin. Ex-PDT, ele foi reeleito em 2008 pelo PR com 9.254 votos, 446 a mais que o segundo colocado, Onéscimo Prati (DEM). Ele chegou a dizer que seria pré-candidato a deputado estadual, mas ressaltou que a decisão era apenas para "agradar o partido". Agora, Dimorvan lança à AL seu secretário de Habitação, Cícero Alves dos Santos, que se filiou ao PR dentro prazo que prevê a Justiça Eleitoral.

   O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR), também recuou da disputa nas eleições deste ano. Ele havia cogitado disputar para deputado federal e, logo em seguida, queria ser suplente do governador Blairo Maggi (PR), que vai tentar uma cadeira no Senado. Acabou abrindo mão e vai continuar no comando do segundo maior município do Estado. Marino Franz (PPS), prefeito de Lucas do Rio Verde, decidiu desistir de ser vice de Mauro Mendes (PSB), que vai tentar o Paiaguás.

   Por força do prazo legal que exige, por exemplo, afastamento do Executivo 6 meses antes do pleito, o quadro começa a se desenhar, principalmente na majoritária. Hoje são 4 na disputa ao governo estadual. Além de Wilson e Mendes, estão na "briga" Silval Barbosa (PMDB) e Mauro Lara (Psol), que concorre ao Paiaguás pela segunda vez. Ele disputou também a Prefeitura de Cuiabá em 2008.

   Na corrida ao Senado, o quadro está ainda mais embolado. Enquanto Pedro Taques, que já deixou os quadros do Ministério Público Federal, se prepara para se filiar ao PDT com vistas à disputa, o PSDB tenta roubar a cena numa polarização entre Luiz Soares e Antero Paes de Barros.

   Blairo Maggi, que renuncia ao mandato na próxima quarta (31), corre isolado e na liderança, enquanto no petismo continua o racha entre Serys Marly, que quer a reeleição, e o deputado federal Carlos Abicalil. A decisão sai nas prévias do partido em 18 de abril.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...