PSOL quer procurador Mauro para disputar Assembleia, mas ele resiste

Marcos Magno é um dos defensores de que a sigla tenha alguém na Assembleia

procurador-mauro-(14).jpg

PSOL quer procurador Mauro para deputado estadual, mas ele resiste para continuar na majoritária

As convenções do PSOL, visando as eleições deste ano, irão começar em fevereiro. O partido vai colocar os nomes na mesa para montar a chapa pura na corrida do pleito, conforme o presidente municipal da sigla e candidato derrota das eleições de 2010, ao governo do Estado, Marcos Magno.  Até lá algumas correntes da agremiação irão tentar trabalhar o nome do procurador Mauro para concorrer uma vaga à Assembleia, “Apesar dele (procurador Mauro) não ser favorável a esta ideia”, ressalta o presidente.

O PSOL é uma sigla nanica, mas que, em toda campanha eleitoral, lança um candidato à majoritária, com discursos de oposição. A sigla nunca faz coligações e é “contra” todos os políticos que já ocuparam cargo eletivo, independente se são do PSDB, PT, PMDB etc.

O próprio Magno é um dos principais incentivadores dessa disputa a uma cadeira no Legislativo. “Essa questão já foi discutida nas eleições de 2010, quando o procurador acabou saindo à Senatória”, relembra. Um dos argumentos sustentado pelo presidente é que depois do grande número de votos que o procurador recebeu nas últimas eleições de 2010 e 2012, as chances de conseguir uma cadeira como deputado estadual e o PSOL ter representatividade são grandes.

Em 2012, por exemplo, o candidato à prefeitura de Cuiabá pela sigla, o procurador Mauro, ficou em terceiro lugar, com mais de 16,9 mil votos, ficando atrás apenas de Lúdio Cabral (PT) e Mauro Mendes (PSB). Já quando saiu ao Senado, em 2010, procurador Mauro obteve mais de 97, 9 mil votos, o que daria uma vaga no Legislativo, e ainda como o mais votado. O primeiro colocado, à época, foi o deputado estadual José Riva (PSD), com 93,5 mil.

Magno, no entanto, ressalta que o procurador resiste a essa hipótese pelo partido ter poucos nomes à disposição. “Do meu ponto de vista seria a melhor alternativo, porém, não decido sozinho”, enfatiza. Outra questão poderá influenciar são as manifestações que aconteceram em junho do ano passado, cujas principais reivindicações da população era a renovação política. Com isso, o nome do dirigente do PSOL pode ser um voto de “protesto” contra os nomes conhecidos que tentarão reeleição de deputado estadual.

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.