PTB recua de aliança com Taques e aguarda por resolução da Nacional

Ao contrário do que indicava o diálogo entre o PTB e o pré-candidato a governador, senador Pedro Taques (PDT), o partido comandado pelo ex-prefeito de Cuiabá Chico Galindo decidiu recuar na aliança com o pedetista. Em reunião realizada nesta semana, a sigla optou por esperar a publicação de uma resolução da Executiva nacional que prevê algumas restrições. Até 4 de abril, a legenda não irá se aliar a nenhum grupo. A ideia, de acordo com Luiz Antônio Pagot, membro da Executiva estadual, é aguardar as orientações da direção nacional do PTB. Enquanto isso, seu nome sai na frente como possível pré-candidato ao Palácio Paiaguás, já que a legenda estuda a possibilidade se lançar como terceira via nas eleições deste ano.

Embora negue que entrará na disputa pelo governo, Pagot reconhece que seu nome já é lembrado por alguns correligionários como aposta ao cargo. A decisão, no entanto, dependerá da resolução. Dá indícios de que a negociação com o parlamentar pedetista não saiu como a sigla esperava. “O Galindo estava tendo uma conversa boa com o senador Taques, mas a gente esperava uma conversa entre o PTB e o PDT, o que não aconteceu até hoje”, justifica.

Um dos entraves para que o PTB firmasse apoio ao grupo de Taques é a pré-candidatura da ex-senadora Serys Marli (PTB) ao Senado. Isso porque a oposição já tem o senador Jayme Campos (DEM) como pré-candidato à reeleição. E ambos não estão dispostos a abrir mão da disputa pela única vaga ao posto. A próxima reunião da Executiva estadual do partido será em 4 de abril, às 9h, no Hotel Paiaguás, em Cuiabá. Na ocasião, as lideranças petebistas pretendem definir de vez se apóiam um grupo específico ou se lançam candidatura própria à majoritária.

 

 

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

Queda nas receitas e o salário regular

emanuel pinheiro 400 curtinha   Prefeitos de um modo geral vão conseguir pagar a folha do funcionalismo de março, na próxima semana, sem tantas dificuldades. Já para abril, a tendência é que passem apurados para manter os vencimentos em dia, por causa do reflexo negativo da pandemia do coronavírus,...

Galvan, afronta à legislação e multa

antonio galvan 400 curtinha   O presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan (foto), que tentou, mas acabou desistindo da disputa ao Senado, está sempre envolvido em polêmicas, seja nas demandas do agronegócio, seja no cotidiano da política. A mais recente é que ele, juntamente com outros produtores, está...

Destaque nas ações anti-coronavírus

leonardo bortolini leo 400 curtinha   O prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (foto) vem recebendo elogios e ganhou o noticiário nacional por medidas práticas, céleres e seguras no atendimento à população, em meio aos cuidados para prevenção ao coronavírus. Desde a semana...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.