RUMO ÀS URNAS

Rabello consegue o registro; Wilson e Mendes comemoram

   O ex-deputado e apresentador de TV Waltter Rabello (PP) teve o registro de candidatura a deputado estadual deferida pelo Pleno TRE nesta terça (3). A vitória do progressista deve abrir precedente para que os candidatos ao Governo Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (PSB) também tenham o registro deferido. Ocorre que os três disputaram a Prefeitura de Cuiabá em 2008 e tiveram problemas com a prestação de contas. Na época, Mendes e Wilson foram para o segundo turno, mas o empresário foi derrotado pelo tucano. No caso de Rabello, ele tinha tido as contas de campanha rejeitadas pelo TRE, mesmo assim 4 dos membros do mesmo Tribunal decidiram liberar o progressista para disputar o pleito.

  Os únicos a votar pelo indeferimento do registro de Rabello foram Samir Hammoud e Jorge Luiz Tadeu. Os juízes entenderam que a reprovação das contas de campanha dele, mesmo tendo recurso contra a reprovação aviado no TSE, inabilita o progressista a concorrer neste pleito. Wilson, assim como Rabello, também recorreu ao TSE para reformar a reprovação de suas contas e, apesar do Ministério Público Eleitoral ter se manifestado contrário ao registro de Wilson, o tucano está otimista. Além de Rabello, também conseguiu registro numa situação parecida a ex-secretária-adjunta de Educação do governo Blairo Maggi (PR), Verinha Araújo (PT), que concorreu como vice de Mendes em 2008 e também conseguiu homologar a candidatura.

   O TRE tem até quinta (5) para julgar os 424 pedidos de candidatura, por isso, a tendência é que ainda nesta semana os mato-grossenses saibam oficialmente quem são os candidatos ao Paiaguás. Até agora, os únicos a conseguir o registro foram o governador Silval Barbosa (PMDB) e Marcos Magno (Psol). Apenas nesta terça o TRE julgou 44 pedidos de registro de candidaturas, sendo que 12 delas foram indeferidas. Desde que os julgamentos começaram 268 registros foram apreciados pelo pleno, 219 candidatos foram habilitados e 49 tiveram o pedido negado pelo TRE.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.