Unemat

Reitor prepara renúncia para março e já planeja campanha para disputar AL

Ele e o vice-governador Chico Daltro são "exceções" do governador Silval Barbosa para permanecer no posto respeitando lei eleitoral

Rodinei Crescêncio

adriano-silva-reitor-unemat-fotos-ney-(1).jpg

Reitor vai renunciar só em março

O reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Adriano Silva (PP), vai deixar a função só na data limite estipulada pela Justiça Eleitoral, em 31 de março. Ele, assim como o vice-governador Chico Daltro (PSD), são as "exceções" do governador Silval Barbosa (PMDB), para permanecer em seus respectivos postos em acordo com a lei eleitoral. Adriano, assim como o social-democrata, tem cargo eletivo. Os outros pré-candidatos que pertencem ao governo tiveram que se desincompatibilizar em 31 de dezembro.

Dessa forma, o reitor se prepara para entregar a cadeira ao vice-reitor Dionei José da Silva e já planeja estratégias de campanha para concorrer a vaga na Assembleia, em outubro. Apesar de não querer falar muito sobre o assunto antes da candidatura oficializada, Adriano explica que a principal bandeira será a educação.

Além disso, pretende ser voz de Cáceres e de toda região sudoeste de Mato Grosso. A cidade não tem representante na Assembleia há mais de 15 anos. O último foi o hoje secretário de Meio Ambiente, José Lacerda (PMDB). A região, por sua vez, tem três nomes no Legislativo, os deputados Ezequiel Fonseca (PP), Airton Português (PSD) e Antônio Azambuja (PP). O reitor afirma ainda que pretende lutar para que os municípios da localidade recebam mais atenção e melhorias, que são extremamente necessárias. “Por enquanto prefiro não expor ideias, projetos e opiniões políticas, pois não quero que ninguém pense que estou usando a Unemat ou o meu cargo para ganhar eleitores”, finaliza. 

Adriano está há pouco mais de três anos à frente da reitoria. Ele foi eleito para a gestão 2010/2014, com 50,24% dos votos proporcionais de docentes, alunos e técnicos.

Elogio à compra econômica do Estado

janaina riva 400 curtinha   Embora lançando críticas pontuais de vez em quando, a deputada Janaina Riva (foto) tem feito constantes defesa do Governo Mauro e elogiado ações da administração, especialmente na saúde pública. Sobre a decisão do governo de comprar 120 respiradores da China,...

MDB em clima de racha em Tangará

joao jose 400 curtinha   Em Tangará da Serra, o MDB enfrenta racha. O prefeito Fabio Junqueira, com apoio de filiados históricos, quer lançar à sucessão municipal o seu secretário de Infraestrutura e antigo gestor do Serviço de Água e Esgoto, Wesley Lopes Torres, sobrinho do ex-vereador Daniel...

Advogados disputam cadeira no TJ-MT

andre pozetti 400 curtinha   É extensa a lista de advogados que estão se movimentando, nos bastidores, para a cadeira vitalícia de desembargador do Tribunal de Justiça, sob indicação do Quinto Constitucional da OAB/MT. Caberá ao Colégio de Conselheiros da Ordem, composto por 33 advogados,...

Max insiste em ficar na 1ª Secretaria

max russi 400 curtinha   Max Russi (foto) ainda não desistiu de continuar na Primeira-Secretaria na próxima Mesa Diretora, mas, como possui menos apoio do que a emedebista Janaina Riva, deve mesmo ocupar outro posto, o de primeiro-vice-presidente. A eleição, que marcará a reeleição de Botelho na...

Deputados criticam membros da CCJ

elizeu nascimento 400 curtinha   Membros da CCJ da Assembleia, especialmente o presidente e o vice, respectivamente, Dilmar Dal Bosco e Sebastião Rezende, foram bastante criticados pelos colegas em sessão nesta quarta. Deputados como Thiago Silva, Wilson Santos e Elizeu Nascimento (foto) disseram que a Comissão, uma das mais...

Testemunhas pra protelar investigação

camila silva 400 curtinha   Os vereadores poconeanos Camila Silva (foto), do PP, e Ademir Zulli (PTB) usaram de uma estratégia jurídica para protelar, ao máximo, a conclusão dos trabalhos da recém-criada Comissão de Investigação e Processantes (CIP) para apurar denúncia de quebra de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.