Eleições 2010

Sem demagogia, ficarei entre os 3 mais votados, avalia Deucimar

Deucimar Silva (PP)   O candidato a deputado estadual, Deucimar Silva (PP), que atualmente preside a Câmara de Cuiabá, diz que não tem dúvidas que ficará entre os três candidatos de seu partido mais votados para ocupar uma vaga na Assembleia. “Muitos candidatos que estão aí pensam que eu só tenho base em Cuiabá e Várzea Grande, mas eles vão tomar um susto”, alertou, elencando uma série de município onde afirma ter votos.

   Em entrevista ao Programa Cidade Independente, na última terça (28), ele declarou que, concorrendo sem coligação, o PP representa o melhor grupo pelo qual ele já disputou uma eleição. Conforme o vereador, o partido deve eleger, pelo menos, seis deputados no próximo domingo (3). “Nas últimas eleições conseguimos conquistar quatro vagas com apenas nove concorrentes. Agora, com 29, incluindo nomes de peso, não é possível não elegermos mais dois”, ressaltou.

   Para Deucimar, esta é sua grande oportunidade de concorrer pelo PP, já que o momento, segundo ele, é de correr atrás dos votos dos indecisos que, conforme sua estimativa, chegam a 52% na votaçaõ para o cargo de deputado estadual. “Eu acho que vou ter uma grande surpresa, sem demagogia. A classe média e alta não declaram em quem vão votar e eu qcho que vou estar embutido no rol de candidatos destes eleitores”.

   Apesar da indefinição, ele ressalta que a sociedade não pode eleger candidatos que vivem de política, mas sim aqueles que estejam preocupados com os cidadãos. “Eleito como vereador eu mostrei para a sociedade que acabamos com a corrupção na Câmara de Cuiabá”, disse. Deucimar ainda lembrou que, mesmo em campanha eleitoral, faltou apenas em uma sessão da Casa cumprindo agenda do Legislativo. Ele ficou conhecido após se eleger presidente da Câmara por ser "linha dura", já que em sua gestão dois vereadores perderam os mandatos devido à influência dele. O primeiro, Ralf Leite, foi condenado por quebra de decoro parlamentar, enquanto Lutero Ponce, por improbidade administrativa.

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.