Serys espera consenso

.

ok_montagem_serys_jayme.jpg

Serys Marly deve "competir" com Jayme Campos, que busca a reeleição, por uma vaga no Senado

Mesmo que o PTB já tenha se posicionado no sentido de ter maior interesse em firmar aliança com os partidos oposicionista, que comporta o pré-candidato ao governo, Pedro Taques (PDT), a ex-senadora Serys Marly pondera que as discussões ainda estão abertas e que o jogo pode virar. A petebista reafirma o desejo da sigla de compor uma chapa com Taques, mas ressalta que o martelo ainda não foi batido. “O que temos conversado até agora é isso e esperamos que seja possível. Se não for, vamos tentar outras possibilidades”.

A ex-senadora também enfrenta outra questão. Na coligação formada pelo PDT, PSB, PPS, PV, DEM e PSDB, o senador Jayme Campos afirma que tentará a reeleição, projeto que esbarra nas intenções da petebista de tentar uma vaga no Senado. Quanto a isso, Serys admite que este pode ser um fator determinante em relação ao futuro da coligação e classifica como “dificuldade”, que precisa ser superada.

Ocorre que o DEM também ensaia deixar o arco de alianças do grupo de oposição sob o argumento de que estaria sendo preterido, uma vez que, além de Serys, o deputado federal Wellington Fagundes (PR), cujo partido pode se coligar com Taques, também é uma opção ao Senado. Neste cenário, haveria três candidatos ao Congresso Nacional numa mesma composição.

Se a tendência atual se confirmar, isto é, se o PTB firmar aliança com os partidos de oposição para estas eleições, Serys pode ter que enfrentar um desafio pessoal, tendo em vista que estaria contra o grupo de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), com quem mantém relação de proximidade. A petebista, porém, descarta qualquer problema desta natureza. “Nacionalmente o PTB está com a Dilma. Como isso se dará no Estado, ainda não sabemos. Espero que achemos uma saída. É uma presidente que tem problemas, mas que está respondendo positivamente”.

Racha no PT

Em 2011, Serys foi expulsa do PT sob a acusação de ter cometido infidelidade partidária na eleição de 2010. Isso porque rompeu com o ex-deputado Carlos Abicalil (PT), após ter perdido para ele as prévias que definiram o candidato do partido ao Senado. Serys, então, se recusou a fazer campanha para o correligionário.

Já em 2014, a história parece se repetir. Percebe-se a existência de um “racha” interno quando o assunto é definir quem deve ser o candidato da sigla a tentar o cargo de sucessão a Silval Barbosa (PMDB). Há divergências entre as lideranças se a melhor opção é o ex-vereador Lúdio Cabral ou o juiz federal Julier Sebastião. A ex-senadora, no entanto, evita comentar o assunto, mas faz objeções. “Hoje estou em outro partido, não cabe a mim avaliar. Se vai ter racha, não cabe a mim. O que faço são votos para que a história não se repita. Que as forças internas do partido não revivam 2010. É ruim para a sigla e para o processo”, avalia.

À época, além de Serys, Lúdio, um de seus apoiadores, também quase foi expulso do PT. A petebista, no entanto, afirma que o caso foi superado e que ainda, atualmente, mantém uma boa relação pessoal com o ex-vereador por Cuiabá. “Não só o Lúdio, tenho grandes amigos no partido. É uma base guerreira, de luta, de maior grandeza. O que existe são problemas na direção”.

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

Sem chance para ser desembargador

pio da silva curtinha 400   Pio da Silva (foto) é um advogado que não desiste nunca. Age no meio jurídico como aquele candidato insistente que faz questão de concorrer a cargo eletivo em toda eleição, mesmo sabendo da chance mínima de êxito nas urnas. Pio já se tornou um "eterno"...

Delação de Riva tira apoios à Janaina

max russi 400 curtinha   A delação de José Riva, que deve complicar a vida de vários ex-deputados e alguns dos atuais, dificultou a entrada da filha, deputada Janaina Riva, como primeira-secretária da futura Mesa, que será eleita na próxima semana, com Botelho na presidência pela terceira vez....

Wallace, calendário eleitoral e disputa

wallace 400 curtinha   Cassado em maio de 2015 por gastos ilícitos na campanha, após dois anos e quatro meses de mandato, o ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (foto), do PV, está torcendo pelo adiamento da data das eleições. Com ganho de mais tempo, ele acredita que consiga obter ...

Rossato desiste; Lafin livre à reeleição

ari lafin curtinha 400 sorriso   Depois de ensaiar e travar discussões com seu grupo político, o empresário e ex-prefeito de Sorriso, a cidade conhecida como capital nacional do agronegócio, Dilceu Rossato decidiu não disputar a sucessão municipal neste ano. Com isso, o caminho fica mais livre para o...

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.