RUMO ÀS URNAS

Siglas têm dificuldade para fechar os 30% de candidaturas femininas

   O PR, assim como os outros partidos, encontra dificuldades para cumprir a legislação e destinar 30% das vagas das chapas proporcionais à Assembleia Legislativa e Câmara Federal às mulheres. Todos estão a caça delas, mas a tendência é que a exemplo de outras eleições o índice fique em torno dos 15%. “Apesar de termos muitas militantes mulheres. na hora de disputar uma vaga elas recuam”, avalia o secretário-geral do PR, Emanuel Pinheiro, pré-candidato a deputado estadual. Para ele, o baixo número de mulheres na política está relacionado com o inconsciente na cabeça delas.

   Embora mais da metade da população do país seja do sexo feminino, faltam aspirantes à política. Poucas se arriscam e obtém sucesso. Apesar disso, milhares militam dentro das siglas em um partido quase paralelo, tendo, inclusive uma executiva para nortear os trabalhos. Na Câmara dos Deputados, por exemplo, a participação feminina tem sido baixa: em 1998 representavam 10,3% das candidaturas; em 2002, 11,4% e, em 2006, 12,7%. São oito vagas destinadas a Mato Grosso e apenas uma mulher foi eleita: Thelma de Oliveira (PSDB).

   No Senado encontramos Serys Marly, que também ocupa espaço privilegiado e conseguiu se articular dentro da Casa para participar de comissões e emplacar projetos. A partir do próximo ano não haverá nenhuma mulher. Todos os pré-candidatos a senatória são homens: Pedro Taques (PDT), Blairo Maggi (PR), Carlos Abicalil (PT) e Antero Paes de Barros (PSDB).

   Já na Assembleia somente duas das 24 cadeiras são ocupadas por mulheres: Vilma Moreira dos Santos (PSB) e Chica Nunes (DEM). Mesmo num quadro adverso, as vagas existem. Para a Assembleia Legislativa, por exemplo, se o PR e o PMDB, que já estão fechados, coligarem na proporcional, poderão ter 48 candidatos a uma das 24 vagas. Destes, 14 terão de ser mulheres. Segundo Emanuel, a expectativa é de que a sigla emplaque pelo menos dois deputados federais, seis estaduais e o nome de Maggi ao Senado no pleito.

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.