RUMO ÀS URNAS

TRE altera esquema de apuração para não ter problemas em MT

   Para agilizar a apuração dos votos e evitar transtornos na realização do 2º turno neste domingo (31), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o TRE modificaram medidas que haviam sido adotadas durante o primeiro turno. As mudanças são destinadas principalmente aos locais de difícil acesso e às seções eleitorais instaladas em aldeias indígenas. A primeira foi a realização de testes nos kites de transmissão via satélite, que passaram por diversas simulações ao longo das quatro semanas para que não hajam problemas no dia da apuração. Ocorre que no último dia 3, alguns kites tiveram falhas, prejudicando a contagem dos votos.

   O uso dos helicópteros, que levam as urnas para as cidades mais distantes também será diferente. Desta vez, eles permanecerão no local até o término da votação. A intenção é evitar situações enfrentadas durante o primeiro turno como o ocorrido com alguns servidores da Justiça Eleitoral que tiveram que se deslocar das seções até a cidade mais próxima porque não conseguiam concluir o envio dos dados. Como não puderam usar o aeroporto, a viagem foi feita de carro, o que contribuiu para o atraso na apuração. Desta vez, se necessário as urnas voltarão de helicóptero, acelerando a coleta dos dados.

   Nas aldeias indígenas é provável que a eleição seja encerradas antes das 17 horas, como é previsto para o restante do Brasil.  Ocorre que o número de eleitores desses locais é reduzido, por isso, assim que todos tiverem votado, independente do horário, as urnas já serão encaminhadas para seus respectivos cartórios eleitorais para que a apuração ocorra. Como os índios costumam votar pela manhã é possível até às 15 horas a contagem desses votos já seja iniciada. Com a mudança devem ser evitados casos como o da urna da aldeia indígena Mehinako, em Gaúcha do Norte (a 715 km de Cuiabá), que apresentou problemas e adiou para o dia seguinte o término da apuração do primeiro turno.

   Apesar do TRE não ter se posicionado a respeito de um horário para o término da apuração, a tendência é que o resultado da preferência dos mato-grossenses seja conhecido por volta das 21 horas. A agilidade pode ser atribuída também ao fato de que neste domingo os cerca de 2 milhões de eleitores do Estado terão que escolher apenas quem ocupará o cargo de presidente da República. Disputam a sucessão de Lula, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).
 

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.