Cota para mulheres

TSE fecha cerco contra candidatas laranjas; partidos citam dificuldades

A Justiça Eleitoral está mais rígida, nestas eleições, no quesito cota de 30% de mulheres candidatas. Isso porque o presidente do TSE, Marco Aurélio Mello, quer punições aos partidos que não cumprirem com a lei. Ele tem reclamado das “candidatas laranjas” e alerta que haverá mais fiscalização. Neste sentido, segundo Suzana Rondon, responsável pelo Núcleo das Mulheres do PDT, os 30% da cota para candidatas é considerável, no entanto, para ela, o justo seria 50%, tendo em vista que em Mato Grosso metade do eleitorado é feminino, sendo 49,15%. Acredita que não adianta ter a cota somente para concorrer.

Suzana defende que os partidos devem se atentar na qualidade das candidatas e não somente preencher as vagas. “Hoje é conquista quando o Estado combate as laranjas, porque vão continuar existindo. O problema é que a realidade das laranjas vem se arrastando desde que a lei exigiu cota para mulheres. Haverá mudança a partir da alteração da lei”.

Para a deputada estadual e vice-presidente do PSB, Luciane Bezerra, a lei da cota é uma vitória para as mulheres, pois ganharam mais espaço na política. Em contrapartida, reconhece a preocupação dos partidos para preencher as vagas com qualidade. Isso, segundo ela, se deve pela falta de iniciativa do público feminino em ser mais ativo no meio político. “Apesar de ainda existirem as laranjas, não é culpa dos partidos, porque é difícil conseguir que a mulher ingresse por livre e espontânea vontade na política. Ainda há dificuldade das mulheres em largar a vida cotidiana para pensar em política, em fazer a diferença”. Além de Luciane, há apenas mais uma deputada em Mato Grosso: Teté Bezerra (PMDB).

O deputado Zeca Viana, presidente do PDT, avalia que a maior dificuldade hoje é notar que as mulheres não se interessam em participar da política. Conforme o pedetista, os partidos têm que implorar para elas entrarem na disputa. Diz que são poucas as que iniciam com disposição de enfrentar os desafios no meio político. “Dificuldade todos partidos têm. As mulheres devem participar sim, isso é muito importante. Mas o que vemos é que elas não querem”.

Na ótica do deputado José Riva, secretário-geral do PSD, a mulher ainda não está conscientizada para cumprir o papel na política. O social-democrata ressalta que o PSD é um dos partidos que mais tem candidatas. Conta que para este pleito são 3 a deputada estadual, entre elas a filha de Riva, Janaína Riva. Além disso, tem maior número de mulheres prefeitas no Estado, sendo 7. Diante do cenário, Riva admite que os partidos, em geral, ainda têm dificuldade de ter mulheres ingressando na política. Diz que vai demorar bastante para que elas se firmem no meio a fim de reverter o quadro. Destaca que apesar das dificuldades, a mulher foi conquistando seu espaço, começou com o voto, depois com o direito de ser candidata. “Vivemos num mundo extremamente machista. Aos poucos as mulheres vão quebrando este paradigma”.

Estímulo

A lei eleitoral fixa o mínimo de 30% de candidatos de cada sexo, mas não estabelece sanções para os partidos que não atingirem o percentual. Neste sentido, para incentivar a participação feminina, foi lançada nesta semana, no Senado, a campanha “Mulher na Política”, com o objetivo de estimular candidaturas de mulheres.

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.