Rumo a 2010

Tucano tem oratória, mas se enrola nas obras

    Wilson Santos se prepara para enfrentar, a partir de abril, o maior desafio político de suas quase três décadas de vida pública: disputar candidatura de governador. Para ter legitimidade no pleito, conforme estabelece a Justiça Eleitoral, o tucano precisa renunciar ao mandato de prefeito de Cuiabá. Principal aposta do tucanato, que sonha em voltar ao Palácio Paiaguás após a gestão Dante de Oliveira (1995/2002), Wilson está mesmo disposto a encarar o teste das urnas. Sua situação, enquanto pré-candidato, levanta discussões sobre prós e contras.

   Entre os pontos positivos que carrega está o fato de ser bom de discurso. Num embate eleitoral com os possíveis concorrentes, vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e com o empresário Mauro Mendes (PSB), o tucano certamente se sobressairia. O prefeito é daqueles que não param. Mantem uma agenda intensa. Isso o ajuda quando estiver em campanha num Estado com 141 municípios e com uma extensão territorial de 906.069 km2. Demostra ter disposição física para tanto.

   Entre os discursos de campanha, Wilson deve destacar o cursinho pré-vestibular que implantou em Cuiabá e está sendo copiado por alguns municípios, o bolsa universitária e a elevação do piso salarial dos professores. O tucano não carrega mancha em sua biografia sobre envolvimento em escândalo político e possui uma base eleitoral consolidada na Grande Cuiabá. O fato do PSDB nacional, com o governador paulista José Serra, vir forte acaba ajudando Wilson na corrida à sucessão do governador Blairo Maggi (PR).

     Problemáticas

     Já por outro lado, o pré-candidato do PSDB enfrenta problemas que podem complicá-lo. No meio político, continuam fortes os rumores de que Wilson não cumpre acordos legítimos e de que é muito centralizador. Também pesa sobre os ombros as dificuldades para executar obras dentro do cronograma estabelecido. Exemplo disso são os empacados projetos de conclusão das avenidas das Torres, do rodoanel e do PAC. Enquanto em âmbito nacional o PSDB vem forte, em Mato Grosso se mostra minguado, o que representa obstáculo para um pré-candidato majoritário que precisa ser bem recepcionado e ter nome respaldado nos municípios. Wilson precisa fazer campanha e, ao mesmo tempo, reconstruir a sua legenda, que conta apenas com 6 prefeitos.

     Wilson deve enfrentar questionamentos sobre o envolvimento de membros de sua equipe em fraudes nas obras do PAC, embora o processo tenha sido arquivado. Também convive com rejeição em Cuiabá, por força do desgaste de cinco anos do mandato de prefeito, embora tenha uma base eleitoral sólida. Se mostra instável quanto à equipe de assessores. Nenhum deles se destaca. Wilson Santos ainda convive com embaraços para fechar composições políticas, visando sua eleição a governador.

CAA-MT fará vacinação contra H1N1

ittalo leite 400 caixa de assistencia   A Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), presidida por Ittalo Leite (foto), já deu início à Campanha de Vacinação Contra a gripe H1N1. Serão disponibilizadas seis mil doses da vacina para imunização contra a Influenza A e B,...

Governo compra 103 motos para PM

O governo estadual vai entregar nos próximos dias 103 motocicletas à Polícia Militar. Isso deveria ter ocorrido nesta segunda, mas foi adiado e ainda sem data definida. As motos serão utilizadas pelas equipes de policiais da Companhia Raio de Moto-Patrulhamento, Força Tática e pelo policiamento ordinário na Região Metropolitana de Cuiabá e em vários outros municípios. No primeiro lote, o governador Mauro...

Ex-prefeito, contratos e multa do TCE

jeovan faria 400   O ex-prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria (foto), vai ter de pagar uma multa equivalente a 10 UPFs/MT, o que corresponde hoje a R$ 1,8 mil, como punição por contratação de pessoal por tempo determinado sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público....

Decon investiga "fura-fila" da vacina

O delegado Rogério Ferreira, da Especializada do Consumidor (Decon), instaurou o que se chama de Auto de Investigação Preliminar para apurar possíveis irregularidades no cumprimento da ordem de vacinação contra a Covid-19 dentro dos critérios estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. Na prática, busca investigar possíveis situações de “fura-fila” e outras circunstâncias ilegais. Rogério...

Um assessor parlamentar no TCE-MT

carlos brito 400   Carlos Brito (foto), que já ocupou diversos mandatos eletivos, será nomeado assessor parlamentar do TCE, cargo ligado diretamente à presidência. Ali, em sintonia com o gabinete do presidente Maluf, terá a missão de regulamentar o processo de solicitação da Assembleia...

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...