RUMO ÀS URNAS

Vídeo com críticas é divulgado em resposta a "show" de Wilson

   Como espécie de resposta, um novo vídeo postado no site YouTube faz uma sátira ao "show" dado pelo candidato ao Palácio Paiaguás Wilson Santos (PSDB) que, recentemente, mostrou seus dotes como dançarino em "Wilson B-Boy" - veja aqui. Conforme a nova postagem, sem assinatura, mas que provavelmente foi produzida por algum de seus opositores, o tucano aparece dançando, enquanto imagens do caos enfrentado no setor da saúde na Capital são mostradas, numa referência ao período em que Wilson comandou a Prefeitura de Cuiabá.

   Além da saúde, um outro setor atacado pelo vídeo é o da infraestrutura. Wilson tem sido alvo de críticas por parte dos moradores da Capital devido ao estado das ruas e avenidas nos últimos 6 anos. Esse, aliás, deve ser um dos assuntos mais explorados pelos adversários do tucano, Mauro Mendes (PSB), Silval Barbosa (PMDB) e Marcos Magno (Psol), durante os debates eleitorais.

   O ex-prefeito de Cuiabá tenta conquistar o apoio do eleitorado jovem com seus vídeos. Ele lançou também a série "Caça Mitos", onde aparece resolvendo problemas e mostrando que algumas críticas relativas ao seu mandato como prefeito não são verdadeiras. No primeiro vídeo o tucano tenta mostrar que não passa de boato o fato de alguns políticos "ignorarem" os eleitores mais jovens - confira aqui. No segundo, Wilson quer desfazer o mito de que o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá é um verdadeiro caos. “Acabamos de reformar o Pronto-Socorro. Na verdade, esta é a verdadeira casa de salvação desse Estado. Isso é um mito, é uma bobagem e nós vamos caçar esse mito”, afirma o ex-prefeito que faz questão de ressaltar que durante a sua gestão foi feita uma grande reforma no local - veja aqui.

---------------------------------------------------
Clique no play e confira o vídeo que traz críticas à administração Wilson Santos

 

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.