Eleições 2018

Presidenciável Álvaro Dias estará em Barra do Garças para debater fim do foro


De Barra do Garças

Pré-candidato à presidência pelo Podemos, o senador Álvaro Dias (PR) estará em Barra do Garças no próximo 18 de maio. A visita foi anunciada por lideranças do partido nesta segunda (7), após a confirmação oficial. Será o segundo presidenciável a visitar a cidade neste periodo pré-eleitoral. O primeiro foi o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

Gilberto Leite

alvaro dias_jose medeiros

Os senadores Álvaro Dias e José Medeiros, pré-candidatos pelo Podemos; estarão juntos em Barra do Garças  neste mês para encontrar apoiadores da região

Em Barra do Garças, Álvaro participará de uma palestra na Faculdade Cathedral sobre o fim do foro privilegiado, que foi tema de decisão do STF na última semana, e execução de penas após condenação em segunda instância, além de se reunir com lideranças regionais do Podemos e partidos que apoiam o nome do senador à presidência. O senador José Medeiros, pré-candidato a reeleição, irá acompanhar o colega de parlamento.

O pré-candidato a deputado estadual, Felipe Morbeck - que recentemente deixou a presidência do PSD Jovem de Mato Grosso para ajudar a coordenar a campanha do presidenciável na região - afirma que a participação em tal palestra será uma oportunidade para Álvaro apresentar seus ideais em relação a proposta de governo, principalmente em temas que mexem profundamente com privilégios e interesses políticos. "Como a redução do tamanho do Estado, corte de ministérios e cargos comissionados. Além de poder conhecer o potencial socioeconômico do Vale do Araguaia”.

Visita de presidenciáveis

O primeiro dos presidenciáveis a visitar  Barra do Garças, em 19 de abril, foi o ex-ministro Ciro Gomes, que participou das comemorações do Dia Nacional do Índio, na Terra Indígena São Marcos, onde se reuniu com lideranças indígenas e visitou o túmulo do ex-deputado federal pelo PDT, Mário Juruna, primeiro e único indígena eleito para o Congresso Nacional.

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

França vira Plano B do PSB a prefeito

roberto franca curtinhas   O PSB, comandado no Estado pelo deputado Max Russi, tinha esperanças de lançar a prefeito de Cuiabá o hoje presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão. Mas frustrou-se. O próprio Misael, governista de carteirinha e já comprometido com o projeto de...

MM cancela visita para evitar grevistas

mauro mendes curtinha   Precavido, Mauro Mendes cancelou de última hora a presença no encontro do PSB neste sábado, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá. É que em um outro auditório, mas dentro do mesmo hotel, acontecia, em paralelo, o encontro estadual do PT e com participação de...

TCE livra delator de pagar R$ 412 mil

junior mendon�a curtinha   O delator premiado e encrencado com a Justiça em vários processos Gércio Marcelino Mendonça Júnior, o Júnior Mendonça (foto), da Comercial Amazônia Petróleo, conseguiu perdão do TCE de R$ 412,5 mil, bem como de uma multa proporcional...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.