ELEIÇÕES 2020

Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019, 14h:30 | Atualizado: 23/09/2019, 14h:36

tendência eleitoral

Bezerra rebate Blairo e afirma que elegeu Dante em Cuiabá quando era governador

Rodinei Crescêncio

Carlos Bezerra capa

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB) durante evento da Prefeitura de Cuiabá, em junho

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB) rebateu a análise feita pelo ex-senador e ex-governador Blairo Maggi (PP) em relação à disputa eleitoral na Capital, no ano que vem. Blairo afirma que existe uma tendência histórica de que o candidato indicado pelo Governo que tenha sido prefeito da Capital, tem grandes chances de eleição. O fator que influência o resultado eleitoral, segundo o político, é a manutenção da base eleitoral mantida pelos ex-prefeitos na principal cidade do Estado.

“Ele está enganado. Não conhece a história de Mato Grosso. Porque ele é imigrante, tem razão. Tem muitos governadores que elegeram prefeitos, vou citar aqui Ponce de Arruda (1955-1961), Fernando Correa da Costa (1951-1956), eu consegui eleger prefeito na Capital, que foi Dante de Oliveira, tem vários que conseguiram na história do Estado”, disparou Bezerra, que governou entre 1987-1990. Em 1986, Dante foi eleito prefeito de Cuiabá pela primeira vez, com mandato até 1989. Depois ficou a frente do Palácio Alencastro entre 1993 e 1994. 

Blairo havia afirmado que apenas Dante de Oliveira, enquanto governador (1995-1998/1999-2002), havia conseguido eleger prefeito em Cuiabá, por ter base eleitoral na cidade. O ex-ministro da Agricultura fez alusão à eleição de Roberto França, pelo PSDB, nas eleições de 1996.

Na avaliação do ex-governador, a disputa eleitoral de 2020 pela prefeitura da Capital deverá ser marcada pela candidatura à reeleição de Emanuel Pinheiro (MDB) e o candidato que deverá ser indicado pelo grupo político do governador Mauro Mendes (DEM). Para Blairo, não significa que a vitória esteja garantida a quem Mauro indicar só pelo fato de ter base eleitoral, mas que isso deve tornar a disputa mais competitiva.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Getulio Maia | Quinta-Feira, 26 de Setembro de 2019, 11h58
    0
    0

    O entao Governador BEZERRA foi derrotado em 1988, quando era Governador pelo PMDB pelo PFL de Julio Campos, que lançou de ultima hora o Dr.Frederico Campos e em 45 dias massacrou no voto o Cel.Jose' Meirelles, candidato do PMDB e o entao favorito Roberto França, do PTB do Louremberg Rocha. Dante se elegeu Prefeito a 1° vez em 1985 com Julio Campos Governador e em 1992 voltou para Prefeito no periodo de Governo do Jaime Campos (1991/95). Vc so' ganhou eleiçao para Prefeito no seu reduto Rondonopolis.

  • marta | Terça-Feira, 24 de Setembro de 2019, 07h06
    6
    2

    blairo teve o primeiro mandato bom por que Dante arrumou o estado, se o blairo pegasse essa carne de pescoso que o mauro mendes esta pegando, queria ver se ele teria essa facilidade toda. esse blairo é oportunista, e colocou os deputados na epoca do seu mandato no bolso dele.

  • Gladston | Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019, 21h54
    10
    4

    Você bezerra, foi um dos piores govermadores que esse estado viveu o desprazer de ter. Me lembro muito bem de quando você fez os professores passarem fome, vendíamos rifa e fazíamos bingos para que eles pudessem se alimentar. Agora quer emporcalhar o nome do Dante de Oliveira, ligando ao seu.

  • Leandro | Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019, 15h55
    13
    0

    Vamos aos fatos: Dante de Oliveira foi eleito prefeito de Cuiabá pela primeira vez em 1985 e não em 1986. Naquele ano, houve eleição somente para prefeitos das Capitais. Os vereadores foram eleitos em 1982 com mandatos estendidos até 1988. O “homem das Diretas” derrotou o médico Gabriel Novis Neves, o “Rodolfo Valentino” do Cerrado. O governador era Júlio Campos, não Carlos Bezerra, que só seria eleito ao Paiaguás no ano seguinte e assumiria em 1987. Em 1992, Dante foi eleito para o seu segundo mandato de prefeito, derrotando o empresário Murilo Domingos, que depois, foi eleito deputado federal por dois mandatos e prefeito de Várzea Grande, também por dois mandatos. Portanto, com relação a Bezerra, Maggi está coberto de razão. A raposa do MDB não elegeu Dante a prefeito coisa nenhuma.

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.