ELEIÇÕES 2020

Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 10h:30 | Atualizado: 01/10/2020, 10h:38

DESINCOMPATIBILIZAÇÃO

Candidatura de Gisela é impugnada pelo MDB por data de saída de conselho

selo elei�es 2020

A candidatura de Gisela Simona (Pros) à Prefeitura de Cuiabá foi contestada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) pela coligação liderada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que disputa a reeleição. A coligação “A Mudança Merece Continuar”, composta por MDB, PP, PV, PSDB, Republicanos, PL, PTC, PCdoB, PMB, PTB e solidariedade, afirma que Gisela não deixou o no Conselho Estadual de Defesa do Consumidor (Condecon) a tempo de se desincompatibilizar para a eleição.

Gisela foi superintendente do Procon de Mato Grosso, ligada à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) até de 13 de março deste ano. Deixou o cargo, à época, visando disputar a prefeitura. Contudo, como representante do Procon, ela também estava nomeada no Condencon.

A coligação de Emanuel afirma que a saída dela do cargo no conselho só aconteceu em 22 de julho. O prazo para desincompatibilização da função seria quatro meses antes da eleição de 15 de novembro, ou seja, em 15 de julho.

Bruno Oliveira

gisela

Gisela Simona foi superintendente do Procon estadual e, por isso, ocupava um assento no Condecon, que administra recursos públicos do Estado

De acordo com a impugnação, uma ata de reunião do Condecon realizada em 15 de julho mostra Gisela como participante, o que comprovaria que nessa data ela ainda exercia funções que a tornariam inelegível.

“Na citada Assembleia foram praticados atos inerentes ao cargo de Presidente do Conselho, sendo deliberado sobre diversos assuntos do conselho, dentre eles a candidata pontuou, somente naquela data, sobre seu pedido de renúncia ao cargo. Portanto, a desincompatibilização ocorreu depois do prazo mínimo exigido em lei, e se antes já existia qualquer pedido junto ao Conselho, a participação da impugnada na Assembleia demostra que embora já existisse pedido de afastamento, não ocorreu a desincompatibilização de fato”, afirma.

A coligação ainda salienta que Gisela teria praticado atos como presidente do Condecon após essa reunião, até 22 de julho, quando foi publicado o ato de nomeação de Edmundo da Silva Taques como representante da Setasc no conselho. Destaca ainda que o Condecon administra recursos públicos e, por isso, a desincompatibilização seria necessária.

Veja nota da defesa da candidata:

A Coligação “Mãos limpas e unidas por Cuiabá”, por meio de seus advogados, vem a público restabelecer a verdade dos fatos mentirosos engendrados pelo candidato Emanuel Pinheiro.

A candidata Gisela Simona se desincompatibilizou a tempo e da forma correta de seus cargos públicos, e, em especial da Presidência do CONDECON/MT. Esta é a verdade.

A mentira está estampada numa ação de impugnação impetrada fora do tempo permitido pela Lei Eleitoral e recheada de inverdades e falácias, que, ao que se indica, a coligação do candidato Emanuel Pinheiro está usando indevida e ilegalmente a Justiça Eleitoral para tentar criar um fato político contra a candidata contrária.

Confiamos na Justiça mato-grossense e com muita serenidade vamos aguardar a decisão.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Paulo | Sexta-Feira, 02 de Outubro de 2020, 07h26
    4
    5

    Faz diferença não. Não tem votos mesmo.

  • Gilston | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 21h17
    3
    1

    A nota da Gisele Simone contesta a impugnação mas a própria nota da Gisela não fala o dia que ela saiu do cargo. Assim fica difícil nós eleitor fazer juízo. Ja começou cedo a esconder as verdade. Vira politico vira mentiroso.

  • Jhoy | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 18h59
    8
    6

    Cambada de espertos. Os votos dela vão na grande maioria pro Roberto.

  • Juliana Moreno do Nascimento | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 14h37
    8
    3

    Por favor alterar a chamada da reportagem ou melhor o inicio do texto. Foi feito pedido de impugnação da chapa é não a impugnação da chapa. Vamos fazer jornalismo sério. "Candidatura de Gisela é impugnada pelo MDB por data de saída de conselho". Sugiro pesquisar melhor.

  • Pedro Reis de Oliveira | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 12h34
    9
    3

    OLHA O DESESPERO

  • joao | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 12h21
    9
    1

    Por esta nota muito sintética, acho que vai ser impedida de disputar.

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....