ELEIÇÕES 2020

Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 12h:05 | Atualizado: 30/11/2020, 12h:19

QUEDA DA REJEIÇÃO

Emanuel sairia vitorioso, mesmo que não eleito, diz Janaina sobre queda na rejeição

selo elei�es 2020

Depois do polêmico rompimento com Emanuel Pinheiro (MDB), a deputada estadual Janaína Riva (MDB) dá sinais de trégua com o prefeito. Ela o considera o grande vitorioso neste processo eleitoral, além das urnas, e cita queda na rejeição à gestão. Ao comentar o resultado da eleição deste domingo (25), a emedebista detonou o adversário do correligionário, Abílio Júnior (Pode).

"Acho que mesmo se o Emanuel perdesse a eleição, ele seria um vitorioso pois saiu de 60% de rejeição para empate técnico com o outro candidato. Na minha opinião, o recado das urnas foi bem claro sobre o pavor do eleitor com relação aos posicionamentos radicais e sobre a instabilidade dos gestores”, disse nesta segunda (30).

Ao , a deputada defende que o próximo passo seja uma mudança na relação conflituosa entre o gestor de Cuiabá e o governador Mauro Mendes (DEM). “Agora acredito que seja o momento de virar a página e construir uma nova história de conciliação com o governo do estado, por Cuiabá".

Rodinei Crescêncio

emanuel pinheiro, janaina riva e marcia pinheiro

A deputada Janaina Riva entre o prefeito Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia Pinheiro, durante entrega da última etapa do HMC, em 2019

No primeiro turno, Janaína fez campanha para Roberto França (Patriota), também apoiado por Mauro, e anunciou o rompimento com Emanuel a quem chegou a chamar de “amigo da onça”, fazendo referência às críticas do prefeito ao pai da deputada, José Riva. O ex-presidente da Assembleia acusa Emanuel, em delação premiada, de ter recebido propina quando deputado. Logo após o rompimento, o prefeito disse compreender “os sentimentos de filha” e, já reeleito, afirmou “não ter mágoas”.

Além de dar sinais de reaproximação com o correligionário, Janaína aproveitou para detonar Abílio e avalia que ele seria o maior responsável pela derrota por 6 mil votos de diferença e que ele enterrou seu discurso pela postura semelhante ao de Pedro Taques (Cidadania), também derrotado na disputa ao Senado.

“Abílio veio com todo discurso de combate à corrupção, mas perdeu pra ele mesmo ao adotar uma postura arrogante, de falta de respeito com a imprensa, com as minorias e os servidores públicos. Política é a arte de agregar, é conciliação e, por mais que o apelo de combate à corrupção seja forte, neste caso em específico, foi enterrado pela postura do candidato. Mato Grosso teve um exemplo recente deste tipo de postura, que foi o ex-governador Pedro Taques. Se elegeu com o discurso do Abílio, mas foi um péssimo gestor”.

Para ela, outra vitória do grupo de Emanuel foi a atuação da primeira-dama Márcia Pinheiro que se destacou por promover debates em torno dos direitos das mulheres. Ela esteve presente na Capital, mas também no interior, em especial, Várzea Grande, onde o filho Emanuelzinho (PTB) concorreu.

“Não posso deixar de enaltecer a força do MDB que elegeu os prefeitos das duas maiores cidades de Mato Grosso (Cuiabá e Várzea Grande) e das mulheres nesta disputa. A Márcia Pinheiro também teve um papel fundamental. Ela foi brilhante ao liderar esse movimento das mulheres, que ajudou muito o Emanuel e conseguiu agregar muita gente”.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Fernanda | Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020, 01h09
    0
    2

    Essa foi a campanha limpa de Emanuel: “No domingo, o vereador Marcrean Santos foi flagrado fazendo boca de urna em uma escola na Capital. Também houve prisão de apoiadores do prefeito reeleito Emanuel Pinheiro (MDB) com dinheiro e material de campanha, sob suspeita de compra de votos.” Isso não é democracia. Portanto Emanuel não me representa!!!!

  • Cesar | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 18h29
    0
    5

    Depois de Sinval, Riva, Eder Moraes, Os sanguessugas, e tantos outros, agora o prefeito do paletó, ficou o aprendizado!!! P crime compensa, a corrupção é cultural, besta é os honestos!!! Novo normal

  • Felipe Passos | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 17h18
    0
    6

    Melhor aval P ter ... favaro ficou pra cima e baixo com ela na última semana e ganhou e ela não foi com governador torcer p Abílio. Daí deu neneu. Nossa futura governadora

  • Marcio | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h53
    0
    1

    Marcio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Venâncio | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h27
    1
    1

    Venâncio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Carlos | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h16
    15
    1

    O Mauro Mendes apoiando é uma âncora pra baixo. Está provado.

  • Davi | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h15
    13
    1

    Em política como na vida tudo serve de aprendizado. A aprovação de uma liderança nem sempre reflete em quem ele apoia, mas a rejeição transmite mesmo. Qd o governador falou publicamente que votaria no Abílio eu já fiquei preocupado.

  • Zoé | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 14h59
    4
    10

    Agora a família ficou bonita, a filha do homem que mais responde processo e o prefeito do paletó, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, parabéns ao erário público, isso é Brasil.

  • Fabinn | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 13h41
    28
    0

    Aproveitadora e conveniente, isso que ela é. Mas isso, "neneu" já sabe...

  • luziane | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 13h26
    0
    1

    luziane, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), paga uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados. O salário de desembargador é de R$ 35,4 mil. Entre os chamados penduricalhos pagos pelo...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.