ELEIÇÕES 2020

Quarta-Feira, 16 de Dezembro de 2020, 16h:09 | Atualizado: 16/12/2020, 16h:18

ELEIÇÃO MUNICIPAL

Kalil fecha prestação de contas em VG e deixa R$ 488 mil em dívidas de campanha

O prefeito eleito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), encaminhou relatório final das contas de campanha e declarou R$ 488,6 mil em despesas não pagas, que ficarão de dívida. Esse montante está dividido entre produção dos programas eleitorais, serviços contábeis e advocatícios, entre outros débitos não quitados. Kalil deve ser diplomado prefeito amanhã (17).

Da Assessoria

Kalil Baracat - MDB - campanha

O prefeito eleito de Várzea Grande Kalil Baracat deixa R$ 488,6 mil em dívidas não pagas

A campanha do emedebista recebeu R$ 660 mil da direção nacional da sigla, e o diretório estadual repassou mais R$ 605 mil para financiar a disputa no segundo maior município de Mato Grosso. Kalil investiu R$ 246,5 mil do próprio bolso na campanha. O caixa ainda foi formado por uma doação de R$ 100 mil da direção estadual do Progressistas, sigla que fazia parte da coligação.

O médico Jazon Baracat de Lima, primo do prefeito eleito, investiu R$ 70 mil na campanha. Kalil teve apoio político do senador Jayme Campos e da prefeita Lucimar Sacre de Campos, mas eles não investiram recursos na campanha. Contudo, o filho deles, Carlos Eduardo Sacre de Campos aparece na prestação de contas com transferências que somam R$ 60 mil.

Os recursos não foram suficientes. No total, R$ 1,8 milhão foi arrecadado, frente a despesas contratadas que somaram R$ 2,3 milhões. Kalil deixou de pagar R$ 133,5 mil de publicidade por adesivos, R$ 5,1 mil de publicidade por materiais impressos, R$ 280 mil da produção de programas de rádio, televisão ou vídeo, e ainda R$ 40 mil de serviços advocatícios e R$ 30 mil aos contadores da campanha.

A KGM Assessoria Institucional Ltda foi a maior contratação, somando R$ 700 mil, cerca de 30% do orçamento da campanha. A empresa foi a responsável pelo marketing e pela produção dos programas eleitorais. Já a R.C.C Victor da Silva Eireli produziu adesivos e santinhos por R$ 144,2 mil, a segunda maior despesa. Os materiais impressos também foram produzidos pela L Barbosa de Oliveira Gráfica, por R$ R$125,8 mil, pela Gráfica Millenium, por R$54,6 mil, W. Bertuncelli Gráfica 3D, com R$ 44,9 mil, entre outras empresas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O Ministério Público entrou com nova ação para declarar a verba inconstitucional. Um dos problemas é a falta de prestação...

Efeito-Covid adia vinda de Michelle

michelle bolsonaro A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, resolveram transferir para abril a agenda de 11 de março que teria como convidada a secretária nacional de Mulheres, do Ministério dos Direitos Humanos, Cristiane Britto e a primeira-dama do Brasil Michelle...

Governador entre a cruz e a espada

mauro mendes curtinha   Às vésperas da pandemia completar 1 ano em MT, o Estado vive o seu pior momento e o governador Mauro Mendes (foto) enfrenta uma verdadeira prova de fogo: liderar ações coordenadas em todo o território mato-grossense para evitar que o Estado viva cenas parecidas com as de Manaus e de Estados...

Câmara volta a realizar 2 sessões

juca 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob a presidência do vereador Juca do Guaraná Filho (foto), volta a realizar duas sessões semanais, nas terças e quintas. Por conta da pandemia, as sessões serão remotas. A resolução foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares que vinham...

Coronel linha dura morre ao 91 anos

Coronel Abid 400   Morreu   em Campo Grande (MS), aos 91 anos,  o coronel da PM aposentado Adib Massad (foto), considerado  um dos principais nomes  da Segurança Pública de Mato Grosso na década de 1970. À época, ainda com a patente de  tenente, foi comandante regional...