ELEIÇÕES 2020

Terça-Feira, 17 de Março de 2020, 15h:22 | Atualizado: 17/03/2020, 18h:28

Senado

Maioria dos candidatos apoia suspensão da eleição; Medeiros e Leitão criticam


Atualizado às 18h20

O adiamento da eleição suplementar ao Senado, determinado pelo TSE, divide a opiniao dos candidatos. Apesar de vários já terem se posicionado a favor, outros temem que os interesses políticos se sobreponham à questão de saúde pública. A eleição para a vaga da senado cassada Selma de Arruda estava marcada para 26 de abril e agora segue sem previsão.  A suspensão ocorreu horas após um paciente testar positivo para coronavírus em Mato Grosso (aguandando contraprova) e o anúncio da primeira morte em São Paulo.

José Medeiros (Podemos), por exemplo, não vê perigo na realização do pleito e acusa o governador Mauro Mendes (DEM) de usar o coronavírus para “fazer traquinagem para eleger parceiro político”. Na sua opinião, não há justificativa para adiar e considerou que não trata-se de uma epidemia.

Rodinei Crescêncio

Conven��o do PSD homologa candidatura de Carlos F�varo

Carlos Fávaro, que pode assumir como senador tampão, classifica a decisão do TSE como sensata. 3º colocado em 2018, ele tem uma liminar do Supremo

Carlos Fávaro (PSD), que pode assumir como senador tampão na vaga de Selma, já defendia o adiamento e considerou a decisão do TSE como "uma medida sensata". Para ele, a campanha e a votação podem expor a população ao risco de contágio. 

O tucano Nilson Leitão (PSDB) reforça o discurso de Medeiros. Pondera que o pleito ainda está longe, uma vez que faltam 40 dias e, até lá, a situação deve estar contornada. “Tem eventos todos os dias em todos os lugares, os aeroportos estão abertos, por exemplo, não seria a eleição que iria prejudicar”.

O vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), por sua vez, propôs que os partidos destinem recursos do Fundo Eleitoral para combater o coronavírus e que “coloquem R$ 2 bilhões na saúde pública para combater uma possível epidemia”. O petista Valdir Barranco também entende que a medida é importante e garante que fará “tudo que for necessário para proteção da saúde da população”. Ele ainda disse que se preocupa com o período de incubação, uma vez que pessoas infectadas podem transmitir o vírus, mesmo sem ter desenvolvido ainda sintomas.

A tenente-coronel Fernanda (Patriota) prefere não se posicionar por enquanto. Tem se reunido com apoiadores e familiares e aguarda orientação quanto ao que pode ser feito. A candidata não previa ir às ruas, nem realizar comícios, sua estratégia seria focada na campanha por redes sociais.

O empresário Reinaldo Mores (PSC) entende que a medida do TSE visa garantir o bem-estar e a  saúde da população. Defende que a medida seja ampliada para suspender aulas em escolas, eventos, teatros e shoppings. “Tem que ter medidas completas porque só cancelar a eleição pode beneficiar candidato com o apoio do governo”.

O deputado estadual, Elizeu Nascimento (DC) vê como natural a decisão do TSE. "Nesse momento temos que pensar o que é melhor para população", ressaltou. Júlio Campos (DEM), Procurador Mauro (Psol) e Feliciano Azuaga (Novo) não foram localizados pela reportagem. O espaço segue aberto. Já Gisela Simona (Pros), segundo assessoria, não tem posicionamento sobre o assunto.

O  candidato Júlio Campos (DEM)  reitera o seu total apoio à decisão do TSE. Segundo ele, a prioridade é a saúde das famílias mato-grossenses. 

“Devemos nos unir nesse momento para que não ocorra um agravamento na situação que já ameaça a população. Não podemos medir esforços para garantir a manutenção da saúde das famílias mato-grossenses”, diz.  

Já o advogado Euclides Ribeiro, que tenta registro da candidatura mesmo sem filiação partidária, entende que é preciso atender as recomendações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério de Saúde. Por isso, também concorda com a eleição suplementar. 

“É preciso resguardar e pensar no bem estar da população do Mato Grosso e claro do nosso país. Vamos enfrentar primeiro o vírus e depois os políticos carreiristas”, defendeu.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Elias | Quarta-Feira, 18 de Março de 2020, 06h50
    1
    0

    Se nao fosse a juíza ser corrupta não precisaríamos disso né...Aff esse PT

  • varzeagrandense nato | Terça-Feira, 17 de Março de 2020, 16h41
    0
    1

    vou seguir voce zé cavalo, voto procurador mauro, sem medo de ser feliz.

  • zé cavalo | Terça-Feira, 17 de Março de 2020, 16h07
    0
    1

    não importa essa manobra pra colocar favaro lá , quem vai ganhar essa eleição é o procurador mauro, gente é o melhor sem duvida, eu voto e toda minha familia, esses outros trocados com aquele de cachorro é caro.

Vereador fora da prisão e sem sessão

janio calistro 400   Desde quando deixou a prisão, no último dia 20, o vereador de Várzea Grande, Jânio Calistro (foto), não participa de sessão ordinária. Foram realizadas duas, uma em 30 de março, com presença física dos parlamentares, e outra na última terça, 7 de...

Ex-vereador por 5 vezes tenta retornar

wilson kishi 400   Após uma década sem encarar uma disputa eleitoral, Wilson Kishi (foto), que já exerceu cinco mandatos de vereador por Cáceres, somando quase 20 anos ininterruptos de assento no legislativo, decidiu se submeter ao teste das urnas de outubro. Vai tentar cadeira de vereador. Se filiou ao PSB, que tem a...

SD e chapa competitiva pra vereador

aluizio lima 400   Comandado no Estado por Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, o Solidariedade ganhou novos filiados em Cuiabá e já tem uma lista de 32 pré-candidatos a vereador, numa expectativa de conquistar até quatro cadeiras. Além dos recém-filiados, vereadores Vinicius Hugueney...

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.