ELEIÇÕES 2020

Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020, 16h:11 | Atualizado: 23/10/2020, 16h:20

Programa na TV

Na TV, Taques reconhece ter sido melhor senador do que chefe do Palácio Paiaguás

selo elei�es 2020

O ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) aproveitou o seu curto espaço de tempo na propaganda eleitoral para reconhecer que teve uma atuação mais exitosa como senador do que à frente do Palácio Paiaguás. “Minha mãe me falou: Pedro, você foi melhor senador do que Governador. Eu reconheço. No Senado a história é outra”, disse, no sétimo programa eleitoral.

 O reconhecimento público acontece dois anos depois da resposta das urnas, quando a maioria da população disse não à reeleição de Taques, à época filiado ao (PSDB). Com a bandeira de combate à corrupção, Taques foi eleito governador, com 833.788 votos, no auge de sua popularidade como senador. À época havia sido eleito por três vezes como um dos melhores senadores do Brasil, segundo o site Congresso em Foco (2011, 2012 e 2013).

Dayanne Dallicani

Pedro Taques

Após assumir o Estado, usou o slogan “estado de transformação”, ele herdou um Estado afundado em dívidas e passou acumular desgastes junto aos servidores, classe política e população.

Em 2018, foi derrotado pelo ex-aliado Mauro Mendes (DEM), que teve 840.094 votos. Amargou a última colocação, tendo apenas 271.952 votos, ficando atrás de Wellington Fagundes (PL), que obteve 280.055. Agora, dois anos depois, tenta retornar ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Carlos | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 19h23
    1
    1

    Achou que ia fazer tanta sacanagem com os servidores públicos e continuar vencendo as Eleições. Já esteve nos braços do povo é os apunhalou pelas costas! Não terá nem meu voto é nem da minha família!

  • Eleitor Atento | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 11h52
    1
    1

    Se fosse leis sérias teriam sido cumpridas...mas com quem vcs negociaram essa lei....Coorporativismo puro....E a iniciativa privada merece o que?

  • Marlon | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 08h59
    1
    1

    Pois é. Perdeu o bonde. Agora, com essa mancha negra no currículo, tudo fica mais difícil. Perdeu a autoridade que um dia teve.

  • Lavrador | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 05h53
    3
    1

    Com meu voto, nunca mais. Não teve o devido respeito quanto ao cumprimento das leis do servidor público. Só queríamos o cumprimento das leis, nada mais.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...