ELEIÇÕES 2020

Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 11h:01 | Atualizado: 29/10/2020, 11h:13

EX-AMIGOS

Não tem identidade com MDB, diz Janaina ao citar postura de Emanuel com o partido

selo elei�es 2020

A deputada estadual Janaína Riva (MDB) não poupou o ex-aliado Emanuel Pinheiro (MDB) de críticas ao comentar seu rompimento com o prefeito que tenta reeleição. Apoiando Roberto França (Patriota), a parlamentar admite que o mote do rompimento com Emanuel foram as críticas feitas por ele ao seu pai, José Riva, mas também aproveitou para fazer críticas à gestão e à postura política dele com outros colegas do partido.

“Claro, a forma como ele disse (sobre o pai), a agressividade. Você não faz com um amigo. A relação que eu tinha, fazia aniversário na casa dele, ele ia na minha casa, tomava cerveja. Não faço qualquer coisa pelo poder e não respeito quem faz tudo pelo poder. Não precisa respeitar meu pai, os problemas deles do passado são deles, mas a forma como falou, e eu como filha, amigo da onça que fala isso”, desabafou a deputada em entrevista à imprensa durante lançamento do Mais MT, nesta quarta (29).

Emanuel chegou a se referir ao ex-presidente da Assembleia José Riva como "bandido" e "leviano", após vir à tona a delação na qual o ex-presidente da Assembleia acusa o prefeito de ter recebido R$ 2,4 milhões de propina entre 2011 e 2015, quando era deputado. A filha não gostou e Janaína cortou relações com Emanuel a quem ajudou a eleger prefeito da Capital.

Andhressa Barboza

Jana�na Riva

Janaina Riva durante conversa com a imprensa no Centro de Eventos do Pantanal, no lançamento do programa Mais MT, na manhã desta quarta

“Primeiro porque não ouve ninguém enquanto administra. Temos dificuldade de marcar agenda. Deputado do mesmo partido não consegue marcar agenda. O Doutor João (MDB) tentou uma reunião para falar sobre médicos neufrologistas e não conseguiu se reunir”,

Ela ainda detonou o ex-amigo sobre sua posição dentro do partido e demonstrou o incômodo que causou a aliados a entrada na política do filho de Emanuel, o deputado federal Emanuelzinho. “Emanuel não tem identidade partidária com o MDB, não construiu isso. Respeito ele ser da executiva nacional, mas eu sou emedebista. Se eu não tivesse respeitado, lá atrás, eu tinha pedido a expulsão dele (Emanuel), quando lançou o Emanuelzinho pelo PTB (a federal) e depois a prefeito de VG”.

Racha no MDB

Janaina conta que conversou com o líder do MDB, que já havia se manifestado contrário à candidatura de Emanuelzinho em Várzea Grande, onde o MDB está com Kalil Baracat. “Eu cheguei a ter uma conversa com Bezerra, é lógico que ele não queria que isso tivesse acontecido, não liberaria ninguém, mas ele entende a individualidade de cada um. Aqui é diferente do interior, tem muitos agentes políticos”, afirmou se referindo à decisão de apoiar França e não o candidato do próprio partido em Cuiabá.

Ela ainda citou outros membros do MDB que não estão com Emanuel como Clóvis Cardoso (ex-presidente do MDB na Capital) que tem proximidade com França e já foi secretário municipal em sua gestão e Valtenir Pereira (ex-federal) que, segundo a deputada, teria dificuldade de apoiar Emanuel e apesar da neutralidade, estaria em um grupo que apoia o ex-prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • antonio | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 10h42
    2
    0

    Pelas palavras dela, deve ter chegado no MDB antes até que o Bezerra........... Sem noção.... esta deputada....

  • Antonio | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 10h39
    3
    0

    Quem tem identidade sãos os Rivas.......... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Neto | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 18h53
    7
    0

    Janaina Riva não tem moral nenhuma para falar de ninguém.

  • Maria Aparecida | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 15h55
    6
    0

    Gostaria que nos informassem qual é a identidade dos partidos da atualidade?Na verdade o que tem identificado os partidos são seus caciques!

  • leocadio | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 14h40
    9
    1

    Nossa! Se tivesse ficado calada tinha falado muito mais. É como se ele fosse do MDB desde criancinha

  • JJ | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 12h46
    12
    2

    Quem é vc pra falar que o Emanuel não tem identidade com o MDB se vc mesma esta apoiando candidato de outro partido? isso vale so pra vc?

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...