ELEIÇÕES 2020

Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 16h:04 | Atualizado: 30/10/2020, 16h:11

NAS REDES

Procurador critica Bolsonaro e considera crime privatizar saúde durante pandemia

selo elei�es 2020

“Contra os barões do agro”, o Procurador Mauro (Psol) tem mantido o tom combativo durante a campanha ao Senado e volta a defender a taxação na produção de grãos do estado. Em suas peças de campanha, o psolista critica o governo federal quanto à possibilidade de privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS) avisa que, se eleito, vai votar contra a reforma administrativa apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Durante a pandemia do coronavírus, o SUS está sendo fundamental na vida de nosso povo. O SUS é patrimônio do povo brasileiro. É um crime propor sua privatização”, postou em seu perfil no Facebook.

É a terceira vez que disputa uma cadeira no Senado, após concorrer por 9 vezes a cargos eletivos nos últimos 15 anos, sempre se apresentando como alternativa frente aos candidatos da bancada ruralista.

Em um dos VTs, o procurador cita a arrecadação de ICMS sobre consumo e produtos do cotidiano e compara com os lucros que produtores de grãos têm anualmente sem que sejam taxados. Segundo o candidato, em 2018 foram arrecadados R$ 268 milhões em ICMS sobre medicamentos, R$ 2,6 bilhões sobre combustíveis, R$ 7 milhões sobre bebidas e R$ 1,3 bilhão sobre a energia elétrica.

"Enquanto você, cidadão, pagou tudo isso para manter serviços públicos como a saúde, educação e segurança, barões do agronegócio exportaram R$ 49 bilhões sem o pagamento de nenhum centavo de ICMS. É um retrato da injustiça do sistema tributário”.

Ele defende que a taxação de 10% sobre a produção do agronegócio renderia R$ 4 bilhões aos cofres públicos e possibilitaria reduzir impostos de outros produtos.

Adianta já em campanha que, se eleito, vai votar contra a reforma administrativa. “Os defensores alegam que ela gerará crescimento econômico. É a mesma coisa que fizeram com a reforma trabalhista e da previdência que não geraram o prometido crescimento e só retiraram direitos do povo”, alerta.

Para ele, o objetivo da reforma é “precarizar as condições de trabalho dos servidores e serviços para a população ao dificultar o acesso à estabilidade e a realização de concurso público e ampliar a contratação de temporários”.

Cita ainda a Aprosoja que faz campanha pela aprovação da reforma administrativa. “Os barões do agronegócio e seus candidatos são contra o serviço público". Entre os candidatos que mais se alinham ao setor estão Carlos Fávaro (PSD), que conta com apoio de ruralistas como o deputado federal Neri Geller (PP), e o ex-senador Blairo Maggi (PP). O tucano Nilson Leitão também é conhecido por defender a pauta agrária.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Dos Santos | Sábado, 31 de Outubro de 2020, 10h15
    3
    2

    Luciana Nova Mutum, não acredito que teve coragem de escrever isso. Meu Deus, como tem gente alienada nesse país!! O Brasil é um grande manicômio mesmo, só pode, não possível.

  • Paula | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 21h49
    4
    3

    O PSOL é um câncer, mas o procurador Mauro consegue ser um pouco pior kkkkkkkk

  • Guilherme Rosa | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 21h38
    4
    5

    Esse senhor só aparece em época de eleição, será porque??? O que ele fez ou faz pela coletividade???

  • Caio Oliveira | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 20h52
    4
    3

    Lucia, de Nova Mutum, cidade bem dividida, ou és ricas , que acredito e não pobre... Quando quer socorro né Lucia, vai a banco público pedir dinheiro, quando não és, leasing, usa arrebenta maquinaria e depois devolve, pois ano que vem safra nova. Você Lucia, eis de curtir uma boa CID 10 C76...

  • Lucia Nova Mutum | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 18h01
    3
    8

    Sou a favor da privatizar SUS. Pra pinga povo tem dinheiro? Economizem e paguem plano de saúde. Se virem.

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...