ELEIÇÕES 2020

Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020, 09h:01 | Atualizado: 23/10/2020, 09h:13

Alta Floresta

Sindicatos repudiam ataque do Delegado Vinicius e denunciam mentiras e assédio

selo elei�es 2020

Os sindicatos de escrivães e investigadores de Mato Grosso (Sindepojuc e Sinpol) emitiram nota de repúdio contra o Delegado Vinicius Nazário (Podemos), candidato a prefeito de Alta Floresta, após críticas a servidores da delegacia do município em live nas suas redes sociais.

De acordo com nota, o candidato, que está licenciado por conta da eleição, disse que antes de assumir a chefia da delegacia, aqueles que compunham o referido órgão não desempenhavam a função policial de forma correta, deixando de entregar a devida produtividade que se espera da Polícia Civil.

As categorias afirmam que tal declaração não é verdadeira, já que da delegacia de Alta Floresta sempre se destacou por sua produtividade e eficiência, mesmo com falta de efetivo. Dizem que a gestão de Vinicius foi marcada pela forma tirana e desproporcional que tratava os servidores públicos, “bem como pela falta de capacidade de direção e gestão, visto que não desempenhava diálogo com a base, adotando sempre medidas que dificultavam o andamento do serviço policial.

Reprodução/Facebook

Delegado Vinicius

Delegado Vinicius Nazário (Pode), que disputa a Prefeitura de Alta Floresta e causou revolta de escrivães e investigadores por declaração em live

Os sindicalistas ainda dizem que o candidato mostra desconhecimento da lei que rege os servidores da PJC, pois a jornada de trabalho do policial civil é de 8 horas e não 24h, como dito por Vinicius.

Os sindicatos lembram que o delegado foi alvo de abaixo-assinado com assinaturas da maioria do efetivo policial da delegacia, solicitando uma tomada de decisão sobre constantes assédios praticados por Vinicius contra servidores. O caso está sob análise da Corregedoria da PJC.

“Ademais, com sua postura autoritária e demonstrando até mesmo desprezo para com os servidores quando na delegacia proferia comentários inapropriados sobre a probidade e moralidade dos policiais, bem como instaurou procedimentos administrativos totalmente desvirtuados com a única função de intimidar e causar constrangimento”.

Delegado Vinicius disputa a prefeitura com Robson Silva (MDB), Chico Gamba (PSDB), Dida Pires (PDT), Luiz Araújo (PP) e Rogério Colicchio (PT).

PageFlips: Nota de Repudio Alta Flores

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...