ELEIÇÕES 2020

Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 12h:19 | Atualizado: 26/11/2020, 17h:37

EX-CAVEIRA NA CÂMARA

Única forma de evitar estupro é a mulher estar armada e se defender, diz Paccola

selo elei�es 2020

“Armas são o último nível da guerra”. É com essa frase ambivalente que o vereador eleito Tenente Coronel Paccola (Cidadania) discorre sobre sua defesa ao armamento da população.

Em entrevista ao , o ex-caveira (nome dado a quem atua no Bope) polemiza ao defender como forma de fugir da violência sexual o treinamento para uso de armas por mulheres. “Para evitar um estupro, só existe uma forma de uma mulher equalizar forças com um homem: o uso de uma arma. Caso seja uma arma de fogo, ela precisa manusear, ter conhecimento, pois é ela (arma) quem liberta. Precisa conhecer auto-defesa”.

Um dos 14 novatos na Câmara, o estreante ainda afirma que a carreira militar e seus apoios políticos não o tornaram um “alienado”. Garante que defender bandeiras do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não faz dele um bolsonarista. Ressalta ainda que apesar de apoiar a candidatura de Abílio Júnior (Podemos), sua atuação no Legislativo será a mesma, independente de quem vença o segundo turno no domingo (29).

Reprodução/Facebook

Marcos Paccola

O tenente coronel Marcos Paccola em foto publicada nas suas redes sociais, em que aparece segurando uma arma; foi eleito com 2.009 votos

Trajetória

A estreia na política já foi de sucesso e em sua primeira eleição recebeu 2.009 votos, sendo um dos três eleitos de seu partido que tem maior bancada na Câmara. Polêmico, ficou conhecido ao atuar na investigação de casos emblemáticos de corrupção envolvendo o ex-governador Silval Barbosa e ex-secretários como Pedro Nadaf e Eder Moraes.

A descoberta pela aptidão na política foi justamente com a experiência. “Participei desses casos, diretamente na investigação de agentes políticos envolvidos em corrupção. Isso me despertou a importância de não deixar a política ser um negócio. Acredito que é uma missão. Quando se fala em guerra e batalha, temos a figura do inimigo, mas existe a guerra ideológica, a cultural, a política e a física e o uso de arma é nesta última”.

Mas também teve momentos delicados em sua vida profissional quando, em 2019, chegou a ser preso na Operação Mercenários, parte de investigações sobre grupos de extermínio dentro da Polícia Militar. Mesmo com o revés vivido a menos de um ano, encarou uma disputa para vereador e afirma que sua vitória se deve à tomada de decisões estratégicas que o fizeram, por exemplo, a gastar pouco mais de R$ 22 mil na campanha.

Quando se fala em guerra e batalha, temos a figura do inimigo, mas existe a guerra ideológica, a cultural, a política e a física e o uso de arma é nesta última

Marcos Paccola

“Acredito no planejamento, fiz minha campanha nos últimos 15 dias porque vi que 60% das pessoas decidem nos últimos dias em quem votar. Não imprimi santinhos, foquei em redes sociais e adesivagem de veículos quando também pedia recursos”. Só em doações voluntárias diz ter levantado R$ 9 mil. “Enquanto uns pagavam pra adesivar, eu cobrava”, conta ainda que tirou do próprio bolso R$ 5 mil.

Três bandeiras

Ao decidir ser candidato, Paccola afirma que escolheu três bandeiras. Prefere falar segurança da coletividade e não em segurança pública, como a primeira delas. A diferença estaria em uma maior integração entre o setor privado, estado e município. “Assim, seria possível estabelecer um padrão de câmeras integradas, evitando custos para o município e facilitando para o setor privado em caso de roubos”.

Por uma questão de custos, é contrário à guarda municipal e, como alternativa, defende a jornada delegada voluntária com policiais militares trabalhando em turnos alternados ao da PM e recebendo valores justos pela hora trabalhada.

Também afirma que levará ao Legislativo bandeiras do empreendedorismo e de gestão estratégica. “Apesar de ser um servidor público, venho de família atuante no setor privado e acredito no potencial de transformação do setor na ascensão social. Já a gestão estratégica é a ideia de fazer mais com menos e focar em planejamento”.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Orlandir Cavalcante | Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020, 13h03
    0
    0

    Lembrem a esse Edil que hoje, 27/11 batemos a marca de 14,1 milhoes de desempregados... o que ele tem de proposta para a cidade que o elegeu... nãoa dianta falar que é culpa do PTÊ pois o PTÊ saiu do governo a quatro anos....as cagadas são de Temer que amava Bolsonaro

  • CRC | Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020, 12h37
    2
    0

    Lamentável se eleger um parlamentar com essa visão retrógrada e belicosa da sociedade. Sr. Vereador, a forma de combater o estupro é através da educação dos homens desde crianças, ensinando que se devem respeitar as mulheres. Caso ainda assim haja o estupro, que seja o criminoso julgado e condenado exemplarmente, segundo a lei e, no caso da vítima, que receba do Estado todo o acolhimento e tratamento psicológico para superação do trauma. As armas só incitam a violência. Lembro aqui o caso da menina Isabele, que foi morta por arma de fogo. Só defende a posse desenfreada de armas de fogo quem ainda tem uma visão retrógrada do que isso pode causar ou, quem ganha dinheiro com isso, por exemplo, despachantes armeiros, donos de clube de tiros etc. Fica a reflexão acima para análise.

  • CRC | Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020, 12h36
    0
    0

    Lamentável se eleger um parlamentar com essa visão retrógrada e belicosa da sociedade. Sr. Vereador, a forma de combater o estupro é através da educação dos homens desde crianças, ensinando que se devem respeitar as mulheres. Caso ainda assim haja o estupro, que seja o criminoso julgado e condenado exemplarmente, segundo a lei e, no caso da vítima, que receba do Estado todo o acolhimento e tratamento psicológico para superação do trauma. As armas só incitam a violência. Lembro aqui o caso da menina Isabele, que foi morta por arma de fogo. Só defende a posse desenfreada de armas de fogo quem ainda tem uma visão retrógrada do que isso pode causar ou, quem ganha dinheiro com isso, por exemplo, despachantes armeiros, donos de clube de tiros etc. Fica a reflexão acima para análise.

  • marcos | Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020, 10h34
    1
    0

    vicente vc tem filhas, sobrinhas ou netas?

  • Vicente Fernando Oliveira de Araújo | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 23h53
    5
    0

    Ideia de jerico ou apenas uma mente pervertida, sanguinária e assassina???

Emanuel no PTB e reeleição do filho

emanuelzinho 400   O PTB está sendo preparado para receber a filiação do prefeito Emanuel Pinheiro, que iniciou o segundo mandato em Cuiabá. Sem ambiente para seguir no MDB, onde passou a enfrentar resistência de toda a bancada do partido na Câmara Federal e na Assembleia, Emanuel recebeu convite de...

Ex-deputado "detona" Aliança por MT

victorio galli 400 curtinha   As deputadas federais Carla Zambelli e Bia Kicis, que estão na linha de frente pela criação do Aliança pelo Brasil, partido idealizado por Bolsonaro e ainda na fase de coleta de assinaturas para ser formalizado, foram informadas de que o ex-deputado federal Victório Galli...

Saúde em MT sob iminente colapso

Os números da pandemia da Covid-19 em MT são alarmantes. Entre sexta e este sábado foram registrados 1.050 novos casos de pessoas infectadas com o vírus e mais 21 mortes. Desde o início da pandemia, quase 5 mil mato-grossenses já morreram da doença. Em Cuiabá, o índice de ocupação de UTIs chega a 69%, superando o pior período da pandemia, registrado em agosto do ano passado. Em outras regiões do Estado, a...

Prefeito já teve 2 aliados executados

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de terceiro mandato Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, já teve dois assessores próximos e de extrema confiança assassinados. Em setembro de 2012, João César Domingos, que era muito próximo de Pátio, havia atuado no Instituto de Pesquisa e...

Pascoal entre preferidos para o TCE

pascoal santullo 400   Assim como a Assembleia, que tem vários deputados de olho no cargo vitalício no TCE, o Palácio Paiaguás vai brigar pelo direito à indicação à cadeira de conselheiro, caso seja homologado e autorizado o pedido de aposentadoria já feito por Waldir Teis, que...

Governo vai ter consultoria hospitalar

gilberto figueiredo 400 curtinha   O governo estadual terá consultoria em assistência hospitalar. O processo de contratação é tocado pela secretaria de Saúde, sob Gilberto Figueiredo (foto). A ideia é buscar melhorar o atendimento à população e os índices de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.