ELEIÇÕES 2020

Sábado, 19 de Dezembro de 2020, 08h:12 | Atualizado: 19/12/2020, 18h:19

SENADOR ELEITO

Whatsapp descarta disparos em massa e uso de robôs pela campanha de Fávaro

Jefferson Rudy/Agência Senado

Senador Carlos Fávaro toma posse no cargo

O senador Carlos Fávaro foi empossado oficialmente como senador depois de eleito em 15 de novembro pelos mato-grossenses com 371 mil votos

O Whatsapp Inc descartou que o senador Carlos Fávaro (PSD), eleito em 15 de novembro, tenha se utilizado de robôs e disparos em massa durante o período de pré-campanha eleitoral. A empresa encaminhou relatório ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) em uma ação movida pelo Partido Social Liberal (PSL) para produção de provas sobre os envios de mensagens a favor do senador.

Segundo apurou o , o Whatsapp entendeu que “não houve a presença de robôs ou programas de disparo em massa”. Assim, o PSL não deve dar continuidade a ações contra o senador pelos disparos.

Reprodução

Disparos em massa Carlos F�varo

Mensanges foram enviadas de números de fora de Mato Grosso para eleitores na campanha

As mensagens foram enviadas por dois números de telefone com códigos de São Paulo e Santa Catarina para diversos eleitores no começo de agosto. Uma delas tinha uma arte contabilizando emendas assinadas pelo senador, interino à época, que foram destinadas ao orçamento emergencial de combate ao coronavírus. A outra tinha um vídeo enaltecendo ações de Fávaro, que assumiu a cadeira em abril, depois da confirmação da cassação da ex-senadora Selma Arruda (Pode)

Em 13 de agosto, o PSL entrou com a ação cautelar para produção antecipada de provas sobre os possíveis disparos em massa no Whatsapp. O envio de mensagens em massa e o uso de robôs é proibido pela legislação eleitoral e pode levar à cassação do mandato.

O partido chegou a pedir que o TRE-MT obrigasse Fávaro a apresentar o contrato feito com a suposta empresa responsável pelos disparos. Contudo, os juízes-membros do tribunal citaram o princípio da não-autoincriminação, de acordo com o qual não é possível que um cidadão seja obrigado a produzir provas contra si próprio.

A pedido do PSL foi determinado que as empresas telefônicas identificassem os donos dos números que enviaram as mensagens. Apenas o número de São Paulo foi identificado, pela Vivo.

A Procuradoria Regional Eleitoral entrou na ação junto com o PSL e esclareceu que apenas o Whatsapp poderia informar sobre uso de robôs e disparos em massa. Assim, o TRE-MT determinou que a ação fosse transformada em diligência, que consistiu na intimação da empresa para fornecer o relatório, encaminhado em dezembro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...

Magistrado quer restrições mais duras

orlando perri 400 curtinha   Ao deferir pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo chefe do MPE-MT, José Antonio Borges, em meio a conflitos de normas editadas pelo governo estadual e pela Prefeitura da Capital, o desembargador Orlando Perri (foto) enfatiza que é preciso endurecer as medidas...

Paisagista, aliança com Pátio e a AL

claudio paisagista 400   Claudio Ferreira, o Paisagista (foto), está tão empolgado com a votação para prefeito de Rondonópolis no ano passado que pretende encarar outro teste das urnas, agora para deputado estadual, em 2022. Pelo DC, ele tentou a sucessão municipal e chegou a 17.498 votos, ficando...

90 novas UTIs só neste ano em MT

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que o governo estadual tem se empenhado ao máximo na luta pelo combate ao novo coronavírus. E enfatiza que somente neste início de ano, o Estado já habilitou 90 novos leitos de UTI para atender casos graves de Covid-19. Entre janeiro e março, foram abertos...