ELEIÇÃO

Discutir nomes é secundário, afirma Taques acerca da definição do vice

Rodinei Crescêncio

TAQUES-VICE.jpg

 Para Taques, o momento é apropriado para debater propostas para o Estado

O senador e pré-candidato ao governo do Estado Pedro Taques (PDT) desconversou sobre a afirmativa do prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (PPS) de que sua esposa e secretária de Educação do município Ana Carla Muniz (PPS) tende a ser a candidata a vice na chapa que está sendo articulada. O pedetista diz que agora não está preocupado com quem será vice e não defendeu prioridade à secretária. “O Percival é um companheiro certo, leal. Muito importante em qualquer caminhada”, se limita a dizer.

Para Percival, Ana Carla ficaria com o posto de vice na representação da coligação e o PR, que ainda está em conversação para entrar no Grupo dos 5  - PDT, PSB, PSDB, DEM e PPS - indicaria o candidato ao Senado, provavelmente com o deputado federal Wellington Fagundes à frente. A alternativa proposta pelo prefeito também não foi defendida por Taques até para evitar briga e racha com o DEM, que briga para garantir  o senador Jayme Campos à reeleição.

 

Conforme Taques, a eleição ainda está muito longe e antes de saber quem sairá candidato, o grupo deve discutir o Estado e as propostas. “Primeiro precisamos discutir o Mato Grosso que queremos, para depois debater nomes, inclusive o meu. Discutir nome é secundário pra mim”, pondera.

Percival diz que Ana Carla será vice de Taques e PR ficaria com o Senado

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.