POLÊMICA

Jayme defende Serys e prevê derrota de Abicalil ao Senado

Jayme Campos    O presidente do DEM no Estado, senador Jayme Campos, fez um longo discurso nesta quinta (6) em defesa da senadora Serys Marly (PT). Ele criticou duramente os membros do PT por não ter apoiado a pré-candidatura dela à senatória e ter referendado o nome do deputado federal Carlos Abicalil (PT)."Não tenho dúvida nenhuma de o povo de Mato Grosso está triste", declarou o senador. Empolgado, ele chegou a afirmar várias vezes em alto e bom som que o seu segundo voto nessas eleições seria destinado a Serys. "Primeiro votaria, sem medo de errar, para Antero Paes de Barros (PSDB) e o meu segundo voto com certeza iria para Serys".

  Ele chegou, inclusive, a dizer que se a lei eleitoral permitisse, convidaria a petista para se filiar ao DEM e disputar a vaga de senadora pela sigla. "Pena que a lei não permite que você mude de partido para o DEM, pois seria a nossa candidata e tenho certeza que venceria". Na ótica do democrata, o PT está cometendo um grande erro e deve colher os resultados negativos nas urnas. "Quem vai perder é o PT. Quem vai perder é a ex-ministra Dilma Rousseff", analisou. Logo em seguida, Jayme explicou que a presidenciável não poderá defender em Mato Grosso que a mulher tenha mais espaço na política, já que o próprio PT "podou" o nome de uma mulher ao Senado. "Dificilmente o PT conseguirá ter um senador aqui após as eleições deste ano", analisou Jayme.

  Em seguida, Serys subiu à tribuna para agradecer o colega mato-grossense. Lembrou que atuou em várias comissões com Jayme e que, apesar de terem algumas divergências, sempre trabalharam juntos. Depois, num discurso inflamado, Serys disse que chegaram a tramar a sua queda e chorou ao receber apoio de vários colegas de parlamento, que criticaram duramente a "exclusão" de seu nome da disputa.

Serys Marly  Sem citar nomes, a petista reclamou do "jogo sujo" praticado pelo grupo opositor ao dela, numa referência a Carlos Abicalil. Ele saiu vitorioso após uma dura disputa interna, que cuminou um racha sem precedentes no partido em Mato Grosso. Hoje o PT está dividido. O grupo de Abicalil "fechou" com Silval Barbosa (PMDB), que tenta a reeleição. Já a ala que apoia Serys se articula para que a sigla componha com o empresário Mauro Mendes (PSB), também pré-candidato ao Paiaguás.

   A guerra está declarada e, ao que parece, longe de terminar. "Seria eu hipócrita se não afirmar que motivados pela popularidade do Blairo Maggi (ex-governador e pré-candidato ao senado), esse grupo partiu em busca dessa vaga", alfinetou Serys. Ele disse que Abicalil tentou rasgar a história dela."Temo pela resposta que virá das urnas", discursou, em tom premonitório.

  Por várias vezes, o discurso da petista foi interrompido por outros senadores como José Nery (PSOL - PA), que elogiou os trabalhos dela à frente de projetos que visam a reforma agrária, a luta contra trabalho escravo e a defesa dos direitos das empregadas domésticas. "Ainda a tempo de corrigir essa grave injustiça", pontuou. Além dele, Eduardo Suplicy (PT- SP) e Pedro Simon (PMDB - RS) também se pronunciaram. Simon chegou a dizer que vai encaminhar um ofício ao PT para manifestar apoio a Serys.

----------------------------------------------------------------------------
Clique no play e confira trechos dos discursos de Jayme e Serys no Senado

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS