EMBATE JURÍDICO

Votos de Fabris vão tirar Barreto da AL e abrir vaga para Satélite

Pedro Satélite, deputado   A decisão do TSE de acatar recurso de Gilmar Fabris não só o mantém de vez no cargo de deputado estadual neste resto do atual mandato, como o exclui da lista de candidatos fichas-sujas. Isso deve alterar a dança das cadeiras na Assembleia e resultar na saída de Jota Barreto (PR) e na entrada do suplente Pedro Satélite (PPS), embora ambos sejam de coligações diferentes.

    É que os 20.885 votos conquistados por Fabris no pleito deste ano e que foram apurados em separado e não computados pela Justiça Eleitoral passam agora a valer e vão entrar para o bolo do quociente eleitoral.

   Se por um lado Fabris não garante vaga na Assembleia, por outro fica como primeiro-suplente da coligação DEM-PSDB, que conseguiu votos suficientes para eleger dois e um terceiro na sobra, sendo eles os democratas José Domingos e Dilmar Dal Bosco e o tucano Guilherme Maluf. A inclusão de seus votos causa efeito cascata em várias coligações. A aliança DEM-PSDB, por exemplo, não terá mais Dilmar como eleito pelo sobra, mas sim com votação própria.

   Dos 24 eleitos e/ou reeleitos, 21 tiveram votos diretos, ou seja, não dependeram de sobra. Dos três que foram ajudados pela legenda, a primeira sobra beneficiou a peemedebista Teté Bezerra, última dos 12 nomes que asseguraram cadeira pela coligação PR-PMDB-PT. A segunda sobra garantiu espaço para Luciane Bezerra (PSB) e, a terceira, ao democrata Dilmar. Como haverá, com a decisão pró-Fabris, aumento e mudança do quociente eleitoral, a aliança DEM-PSDB garante eleição direta de 3. Já o bloco PPS-PSB-PDT-PV é o que mais leva vantagem com os votos da sobra. Com isso, ao invés de ficar com três cadeiras, já garantidas para Percival Muniz (PPS), Zeca Viana (PDT) e Luciane, esse bloco conquistaria mais uma, beneficiando o suplente Pedro Satélite (PPS).

   Esses cálculos devem ser confirmados pelo TRE que, por enquanto, não se manifesta sobre hipóteses. Por enquanto, Barreto integra a lista dos 24 deputados eleitos e/ou reeleitos, mas já está de barbas de molho.

   O PR conquistou a maior bancada, com 6 deputados. PMDB e PP garantiram 5 cada. O DEM terá dois representantes. Outras seis legendas vão contar com um parlamentar na próxima legislatura: PPS, PSB, PTB, PSDB e PT, com exceção da legenda socialista, que deve ficar com dois. Veja mais detalhes no quadro abaixo.

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

Sem prefeitos, Sema cancela evento

mauren 400   Sob Mauren Lazzaretti (foto), a secretaria estadual de Meio Ambiente tinha programado um ato nesta quarta, às 16h, em sua sede, para entrega do chamado Kit Descentralização a 30 prefeitos. O governador Mauro participaria do evento. Mas os gestores não apareceram. Cinco mandaram representantes. Ao ser...

"Fogo amigo" no TCE e petição no STJ

E segue a guerra nos bastidores entre conselheiros substitutos e os titulares afastados. Os reservas que há dois anos compõem o Pleno torcem para Albano, Joaquim, Sérgio, Teis e Novelli não retornar à ativa tão cedo. E, segundo informações, dois deles têm agido de forma açodada no STJ, a quem cabe decidir pelo retorno ou não, em julgamento de um recurso na pauta para o próximo dia 18. Tentam tumultuar o processo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.