Eleições 2010

Yanai deixa cadeira de Goellner e garante que já mostrou trabalho

Jorge Yanai (DEM)   Eleito em 2002 como terceiro suplente do senador Jonas Pinheiro, Jorge Yanai (DEM), que neste ano teve a oportunidade de assumir a vaga por quatro meses, agora tenta voltar ao Congresso como titular, já que é um dos sete candidatos de Mato Grosso ao Senado. Seu mandato terminou na última quinta (9), quando o segundo suplente, Gilberto Goellner, que estava afastado por licença médica, retornou ao cargo. Ele era, até então, o único concorrente à senatória que já estava ocupando a vaga. Agora, a 20 dias das eleições, Yanai acredita que sua saída do Senado não prejudique seu desempenho nas urnas. “Setembro é um mês do chamado recesso branco, não são votados projetos e a presença não é obrigatória, portanto, não faz diferença nenhuma estar lá ou não”, explicou. Mesmo como senador, ele não conseguiu deslanchar nas pesquisas de intenção de voto, figurando na quinta colocação - veja aqui.

   Em seu programa eleitoral gratuito veiculado no rádio, na manhã desta segunda (13), Yanai demonstra que o tempo que permaneceu no Senado foi suficiente para atestar sua capacidade de trabalho e conquistar amizades. Neste sentido, uma das lideranças que gravaram apoio para seu horário eleitoral foi a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), que chegou a ser um dos principais nomes cotados para concorrer à vice-Presidência da República ao lado do candidato tucano José Serra.

   Yanai ficou marcado como o primeiro senador de origem japonesa a tomar posse no Congresso e avalia que o período foi bastante produtivo. De acordo com ele, seu desempenho foi pautado por apresentações de projetos de leis e a briga pelos modais de Mato Grosso e questões sociais, principalmente na área da saúde. “Fiz um trabalho importante, a altura de quem ocupa a cadeira de Jonas Pinheiro”. Ele defende que o conhecimento que adquiriu neste tempo o ajudará bastante num eventual retorno ao Senado. “É importante que Mato Grosso me reconduza ao cargo”, destaca.

  Com uma campanha mais tímida, sem ataques incisivos aos adversários, contudo, o suplente de senador não ficou de fora das principais temáticas que envolvem a disputa. Em seu último programa eleitoral veiculado na televisão, por exemplo, Yanai fez questão de deixar claro seu posicionamento sobre o aborto, tema que tomou conta da corrida ao Senado.

   Para tentar se consolidar entre os eleitores, ele aposta no fato de ser o único representante do interior e, apesar de já ter desfrutado do mandato pleiteado, ser associado à renovação no cenário. “Sou conhecedor do Estado, sei das dificuldades do interior, das diferenças entre as regiões, mas também de suas necessidades em comum. Considero-me o novo dentro da política”, ressaltou.

Abicalil renova pedido e segue na AL

carlos abicalil curtinhas   O ex-deputado federal Carlos Abicalil (foto), ex-presidente do Sintep e com histórico de várias disputas eleitorais, sem êxito nas urnas, como de governador e de senador, renovou o pedido junto ao governo para continuar em desvio de função até junho de 2020. Ao invés de...

Praças terão espaço à inclusão social

emanuel pinheiro curtinha   Merece elogios a ideia do prefeito Emanuel Pinheiro (foto) de dotar todos os parques municipais de Cuiabá de equipamentos especiais para permitir diversão, entretenimento e atividades físicas a pessoas com deficiência. Isso mostra a preocupação do gestor com a inclusão...

DEM é fraco em Cuiabá há décadas

O DEM dos irmãos Júlio e Jayme Campos e agora do governador Mauro Mendes enfrenta resistência histórica na tricentenária Cuiabá. Fundado em 1985 como PFL, que absorveu dissidentes do velho PDS, o DEM hoje não possui uma cadeira entre as 25 na Câmara Municipal. Aliás, não elege vereador há três legislaturas. A última vez que o partido tentou disputa para prefeito da Capital foi em 2000 e, curiosamente, tendo...

Nininho, falta à sessão e justificativa

O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, contesta informação de que teria "amarelado" ao não comparecer à sessão ordinária da Assembleia, que resultou na aprovação da mensagem do governo sobre reinstituição dos incentivos fiscais, em primeira votação, pelo placar de 15 a 7. Em verdade, o parlamentar do PSD justificou oficialmente sua ausência. Explica que foi internado e, por orientação...

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.