Emprego e concurso

Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 17h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

EXECUTIVO

Estado pode convocar 30 mil para atender a demanda, diz professor

Luiz Antonio, professor de cursinho   O professor de cursinho Luiz Antonio de Carvalho disse que o maior concurso público que está sendo aplicado pelo governo mato-grossense em três etapas para preenchimento de 10.086 vagas não será suficiente para contemplar todas as áreas da administração pública. A última etapa reservada para 18 cargos de nível superior e com 65.640 inscritos será realizada no domingo (21)). Na sua avaliação, o governo poderá chamar até 30 mil porque o certame tem validade de dois anos e pode ser prorrogável por mais dois. Luiz Antonio observa que de 27 carreiras do Estado, este concurso propagado nesta reta final do governo Blairo Maggi atende a 25.

  Lembra que o último certame aconteceu em 2006, com abertura de 40 vagas para curso superior em área instrumental da estrutura da máquina. Embora anunciou que seriam 40 vagas, o governo acabou convocando cerca de 200 para efetivação, tamanha a necessidade de ampliação do quadro de pessoal. O professor explica que além da grande demanda por servidores, é crescente o número dos que ingressam com pedido de aposentadoria e ainda o Estado tem ampliado sua presença física com abertura de postos de trabalho nos municípios. Com isso, por mais que se ajuste a estrutura, sempre há espaço para o quadro de pessoal.

    A máquina detém uma estrutura hoje com 22 secretarias, diversos órgãos, empresas e autarquias, de modo a estar presente nos 141 municípios. Servidor do Estado ganha entre R$ 600 a R$ 13 mil. De acordo com o professor concurseiro, até mesmo as 11 áreas sistêmicas implantadas pelo governo e em operação há mais de dois anos se mostram carentes de técnicos, uma prova de que os já efetivados não conseguem atender a demanda.

    Perguntado sobre o fiasco do mesmo concurso do Estado, que foi suspenso no ano passado horas depois de distribuído às provas aos candidatos devido a denúncias de fraudes e falta de logística, Luiz Antonio enfatiza que houve uma frustração generalizada por parte dos candidatos. "Eles (candidatos) perderam o pique". Por outro lado, observa que a ideia de dividir o concurso em três etapas foi acertada, tanto que as duas primeiras já aplicadas transcorreram dentro da normalidade. Avalia que o conceito das provas foi de "nível um pouco mais elevado". Para esta última etapa que acontece domingo, Luiz Antonio sugere que os candidatos se isolem literalmente para se dedicar porque considera que as questões devem ser bastante consistentes.

     --------------------------------------------------------------------------------------------
    O professor Luiz Antonio lançou neste ano um portal dedicado exclusivamente a concurso público. Já é um dos mais acessados do país. Trata-se de uma ferramenta importante para auxiliar o candidato e traz vários diferenciais, como apostilas, exercícios de fixação, vídeo-aula e serviços de tira-dúvidas - confira aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • CLEBER | Quarta-Feira, 23 de Junho de 2010, 16h41
    0
    0

    Já fui aluno do Professor Luiz Antonio de Carvalho, excelente professor, gestor público do nucleo governamental, e se ele diz que haverá muitas nomeações, acima do número de vagas, é porque haverá cadastro reserva e as necessidades do Estado são enormes de mão-de-obra, visto que além da demanda, existe os aposentados e a vacância por morte e pessoas que passaram em outros concursos.

  • Hamilton Marques Curvo. | Sexta-Feira, 14 de Maio de 2010, 12h10
    0
    0

    Ana Carolina, concordo acho que a sociedade e o ministerio publico deveriam se unir para fazer o gover aproveitar nesteconcurso as pessoas classificadas e com competencia, ja que tambem implicaria na nao necessidade de fazer novos concurso.Ex O governo anunciou em materia em um site que ja abriu 600 vagas na area de segurança publica para um novo concurso ano que vem, e que ira abrir todo ano ate 2014, isso é no minimo ridiculo, sendo que temos um concurso que nem resltado saiu, e que ha varia pessoas com possibilidades de seram aprovadas no mesmo,... a sociedade e os orgãos competentes deveriam olhar com cuidado essa questao

  • Ana Carolina | Quinta-Feira, 18 de Março de 2010, 11h44
    0
    0

    A sociedade deveria se organizar e provocar o governo para chamar os 30.000 candidatos, pois é notório que os serviços públicos prestados pelo Estado são pessimos e claro que fatam servidores públicos.

  • José Pedro | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 23h49
    0
    0

    Esse Daniel boone é muito desinformado, vá até o google e digite o nome do professor luiz antonio de carvalho para conhece-lo melhor, antes de fazer comentários fúteis e maldosos.

  • Silvana | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 21h37
    0
    0

    Para Jacaré: O professor Luiz Antonio é gestor governamental e exerce sua função brilhantemente.. Com certeza ele tem capacidade de ser aprovado em qualquer concurso de seu interesse.

  • Daniel Boone | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 21h14
    0
    0

    Ele passou apenas em um concurso: para Gestor Governamental. Não é à toa que tá surtando ao afirmar que o estado pode convocar 30 mil servidores...

  • Jacaré | Quarta-Feira, 17 de Março de 2010, 18h14
    0
    0

    Em quantos concursos públicos ele passou?

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

MAIS LIDAS