EMPRESA & CIA

Quarta-Feira, 09 de Novembro de 2011, 16h:15 | Atualizado: 10/11/2011, 09h:37

EMPRESA & CIA

Agro Amazônia avança com o agronegócio e acumula prêmios

Agro Amazônia avança no ritmo do agronegócio e acumula prêmios

    A Agro Amazônia, com sede em Cuiabá, dá passos largos, no ritmo do agronegócio mato-grossense, que locomove 70% da economia regional. Recebe nesta quinta (10), em solenidade na Assembleia Legislativa, o Certificado Responsabilidade Social 2011. A empresa do setor agropecuário já representou o Estado em outros eventos importantes como, por exemplo, no recebimento do prêmio Classe Mundial da John Deere, em Washington (EUA).

    O empresário Roberto Motta, um dos sócios da Agro Amazônia, que atua na pecuária, agricultura e com máquinas agrícolas e implementos, destaca que a empresa pertence ao Grupo Sirius, que abriga outros três empreendimentos, sendo eles Agro Amazônia Produtos Agropecuários, Agro Amazônia Sistemas Mecanizados e a Amazônia Phos. Começou apenas no segmento da agricultura, em 1986. "Vendíamos produtos agropecuários, arames e insumos para pecuaristas. Creio que chegamos na hora certa, pois cidades como Canarana, que são o ponto forte da nossa agropecuára, estão crescendo. E estamos crescendo juntos", destaca Roberto.

   Ele se formou em Engenharia Agronômica, em 86, pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ-USP). Logo em seguida conseguiu uma vaga de vendedor numa empresa de grande porte em âmbito internacional. Foi a chance que precisava encontrar para iniciar carreira de sucesso. Se tornou gerente regional e, em curto prazo, gerente nacional. Em 1994 foi convidado a fazer parte da sociedade na qual está hoje. "Todos os outros sócios também têm histórias de vida simples e bonitas", lembra. Hoje, o grupo conta com a matriz em Cuiabá e com mais 30 filiais em todo o Centro-Oeste. São 550 funcionários, entre eles 10 veterinários, 10 zootecnistas, 80 engenheiros agrônomos e 100 técnicos-agropecuários.

    Reconhecimento

    Ao comentar sobre a equipe, Roberto lembra de outro importante reconhecimento. A Agro Amazônia Produtos Agropecuários e a Agro Amazônia Sistemas Mecanizados foram classificadas entre os 150 melhores lugares para se trabalhar numa pesquisa feita pela revista Exame neste ano. "Me sinto muito orgulhoso e sei que é um reconhecimento que tivemos. Quando a equipe veio fazer a pesquisa, somente os funcionários participaram. A equipe da revista Exame nem olhou para minha cara", brinca. Empresas e instituições, como Ambev e Banco Bradesco, também foram classificadas. Roberto Motta prefere não revelar números, mas assegura que deve fechar o exercício de 2011 com aumento na produção em 25%. Para ele, "isso é o resultado de uma boa fase que Mato Grosso vive no setor".

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ana Peixoto | Quinta-Feira, 24 de Novembro de 2011, 16h36
    0
    0

    Sinto-me orgulhosa por ter no nosso estado o Agronegócio tão respeitado mundialmente falando. E, por ter empresas que empregam profissionais competentes e felizes, pois ganhar o título de uma das "melhores empresas para se trabalhar" de fato é fantástico.

  • Léo Kuiabano | Quarta-Feira, 09 de Novembro de 2011, 17h26
    0
    0

    Méritos comerciais e de empreendedorismo à parte - além de tratar bens de seus empregados, que nada mais do que um dever patronal - a referida empresa deveria publiciar seus feitos no sentido de ajudar a amenizar os impactos que boa parte dos produtos que ela comercializa causam ao meio ambiente. Está mais do que claro que somente recolher embalagens utilizadas - atividade feita por outras instituições - não tem sido o bastante para tornar o meio ambiente livre do efeito danoso dos agrotóxicos e inseticidas utilizados em 100% dos 70% que perfazem a economia de Mato Grosso. Não é verdade?

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.